Editorial

Mais umas doses de esperança

25 de Janeiro de 2021 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Esta é mais uma semana que se inicia com boas notícias. Depois das pioneiras 6,9 milhões de doses distribuídas Brasil afora, outros 2,9 milhões de imunizantes contra o coronavírus já começaram a chegar nos estados e municípios.

Ainda na sexta-feira as primeiras duas mil vacinas da AstraZeneca, as chamadas vacinas de Oxford, desembarcaram em solo brasileiro. Naquele mesmo dia, depois de nova autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial da vacina CoronaVac, o Instituto Butantan começou a distribuição do segundo lote do imunizante. Cerca de 900 mil doses foram liberadas.

Na primeira leva, o RS recebeu um lote com o total de 341,8 mil unidades da CoronaVac. Metade das doses já foram distribuídas aos municípios. A outra metade está reservada pela Secretaria da Saúde para envio posterior, assegurando quantitativo suficiente para a segunda dose de todos vacinados, com a segunda aplicação a ser feita 28 dias após a primeira.

Mesmo somando todas - 9,8 milhões de doses -, a quantidade é ínfima, representa menos de 50% do necessário para proteger, por exemplo, os 11,4 milhões de habitantes do Estado, considerando duas doses. Mas, como assinalou a secretária de Saúde do Estado Arita Bergmann: "Depois da arrancada inicial, temos a perspectiva da continuidade da vacinação".

Contudo, é impossível não celebrar e brilhar os olhos diante de cada novo frasco. Em duas semanas serão pouco mais de 0,023% dos brasileiros protegidos.

 


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados