Vacinação

Zona Sul recebeu quase 2 mil doses da CoronaVac interditada

Após decisão da Anvisa, aplicação das vacinas dos lotes citados foram suspensas e usuários imunizados serão acompanhados

08 de Setembro de 2021 - 20h12 Corrigir A + A -
Zona Sul foi a que mais recebeu doses do lote de CoronaVac interditado (Foto: Rodrigo Chagas/Ascom)

Zona Sul foi a que mais recebeu doses do lote de CoronaVac interditado (Foto: Rodrigo Chagas/Ascom)

No último sábado, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), anunciou a interdição de 25 lotes da vacina CoronaVac, envasados em laboratórios da farmacêutica chinesa Sinovac que não foram aprovados pelo órgão na Autorização para Uso Emergencial. Dos lotes interditados, o Rio Grande do Sul recebeu o L202106038 com 2.900 doses. A remessa destinada para segunda dose ao público de pessoas entre 46 e 48 anos chegou ao Estado em 27 de julho e foi distribuída às Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) no dia seguinte. A Zona Sul foi a mais prejudicada, com 1.850 doses recebidas.

Segundo a 3ª CRS, Pelotas e Arroio do Padre foram as únicas cidades da Zona Sul que não aplicaram vacinas do lote. Uma recebeu 680 doses e a outra dez, respectivamente. "Estamos aguardando um retorno da Anvisa se essas doses podem ser liberadas. Também esperamos uma orientação quanto às pessoas que tomaram essas doses, mas até o momento não sabemos se pode apresentar algum risco", comenta a titular da 3ª CRS, Caroline Hoffmann.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), as vacinas já distribuídas e aplicadas estão sendo rastreadas pelas equipes técnicas responsáveis e serão monitoradas até a definição final da Anvisa. Já os usuários que receberam o imunizante deste lote serão acompanhados por 30 dias, onde serão avaliadas possíveis reações. Segundo a SES, a recomendação do Ministério da Saúde é que as doses aplicadas sejam registradas em sistemas de informação como o Sistema Nacional do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) e e-SUS.

Pronunciamento do Butantan

Em nota, o Instituto Butantan disse que a suspensão dos lotes é uma medida de proteção e que não deve causar alarmismo. "Vale reiterar que a fábrica chinesa tem certificação de que segue boas práticas internacionais […]. O Butantan informa que enviou toda a documentação de qualidade vinda da China, da Sinovac, sobre os lotes citados. O mesmo produto também passou pela rigorosa equipe de qualidade do instituto", destaca um trecho do pronunciamento do Butantan.

Cidades que receberam doses interditadas 

                            Doses recebidas  Doses aplicadas
Amaral Ferrador           20                       20
Arroio do Padre            10                        0
Arroio Grande              40                       36
Canguçu                      120                     120
Capão do Leão             50                        36
Cerrito                          20                        11
Chuí                              20                         6
Cristal                           20                        20
Herval                           20                        19
Jaguarão                        60                        47
Morro Redondo             20                        20
Pedras Altas                   10                         6
Pedro Osório                  20                       20
Pelotas                          680                         0
Pinheiro Machado          30                       29
Piratini                            50                       23
Rio Grande                   420                     214
Santana da Boa Vista      20                      20
Santa Vitória do Palmar  60                     50
São José do Norte            60                    42
São Lourenço do Sul       90                    90
Turuçu                             10                      7

 

Mais um dia sem óbitos

Pelo terceiro dia consecutivo, Pelotas não tem óbitos causados pela Covid-19. Com isso, o município permanece com 1.131 vidas perdidas em decorrência do vírus. O número de casos voltou a subir. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ontem foram 37 novos registros, dez a mais do que na terça-feira, chegando a 45.520 pelotenses que receberam o diagnóstico positivo para a doença. Os novos casos são de 20 mulheres e 17 homens com idades entre um e 79 anos. A SMS ainda informou que 190 casos estão em análise no Lacen e na Unidade de Diagnóstico Molecular Covid-19 HE/UFPel

Confira as ações de vacinação

Primeira dose

Colégio Pelotense das 12h às 21h

Quinta-feira (09): Pessoas com 18 anos ou mais
*Documentação: Carteira de Identidade, comprovante de residência ou declaração de moradia assinada pelo proprietário e CPF ou Cartão do SUS.

Segunda dose

IFSul das 9h às 17h
Campus Pelotas, Praça 20 de Setembro

Quinta-feira (09): Profissionais da educação: Professores, monitores, administrativo e apoio do 3º ao 9° ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio, profissionalizante, EJA e Ensino Superior que foram vacinados dias 8 e 10 de junho.


Nos bairros das 10h às 15h

Sexta-feira (10): Pessoas com comorbidades previstas no Plano Estadual de Vacinação, pessoas com deficiência com ou sem BPC e gestantes e puérperas com comorbidades

*Documentação: Carteira de identidade e carteira de vacinação ou comprovante da primeira dose

Pontos de vacinação nos bairros:
- Pelotas Parque Tecnológico (Areal)
- União Gaúcha (Cohab Tablada)
- CTG Os Farrapos (Santa Terezinha)
- Associação Rural (Três Vendas)
- Colégio Pelotense (Centro)
- Comunidade Católica Nossa Senhora de Lourdes (Balneário dos Prazeres)
- Paróquia São José (Fragata)

Vacinação

1ª dose - 236.512 (69,2%)
2ª dose - 112.647 (33%)

Internações

Total - 45 (30,4%)
Leitos de Enfermaria - 27 (30,3%)
Leitos de UTI Covid - 18 (30,5%)
Aguardando Leitos para UTI - 0

Fonte: Painel Covid-19 Pelotas

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados