Pandemia

Zona Sul chega a 535 casos de Covid-19

Região registrou 42 novos casos em 24 horas; em São José do Norte, novo decreto endurece as regras para o enfrentamento do novo coronavírus

26 de Junho de 2020 - 20h49 Corrigir A + A -

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br 

Decreto da prefeitura de São José do Norte estabelece a obrigatoriedade da medição de temperatura dos usuários a partir de segunda-feira (Foto: Grupo Oceano)

Decreto da prefeitura de São José do Norte estabelece a obrigatoriedade da medição de temperatura dos usuários a partir de segunda-feira (Foto: Grupo Oceano)

Exatamente 96 dias depois de registrar o primeiro caso de Covid-19 - em 23 de março, em Rio Grande -, a Zona Sul ultrapassou a barreira dos 500 infectados nesta sexta-feira (26). Com circulação comprovada em 13 municípios da região, o total de diagnósticos positivos chegou a 535. Neste mesmo período, ocorreram seis mortes em decorrência do novo coronavírus; três entre o último sábado e a segunda-feira. O novo anúncio do Distanciamento Controlado confirmou: a região permanece em bandeira laranja.

Nesse contexto de expansão da pandemia, a prefeitura de São José do Norte publicou novo decreto e voltou a apertar as regras para conter a disseminação da doença. A partir de segunda-feira, os usuários dos serviços de transporte aquaviário só poderão embarcar nas lanchas e nas balsas após passarem por aferição de temperatura. Se o termômetro digital infravermelho apontar resultado igual ou superior a 37,8°C, o passageiro ficará proibido de embarcar e deverá ser encaminhado a atendimento na rede de saúde.

O decreto 15.723 ainda estabelece que as permissionárias e concessionárias da travessia entre São José do Norte e Rio Grande devem realizar testagem periódica de seus trabalhadores. O detalhamento dos prazos e da apresentação dos resultados à Vigilância Epidemiológica será definido em normas técnicas emitidas pela Secretaria de Saúde. As empresas do setor industrial também deverão organizar testagem dos profissionais. É mais uma das determinações do decreto assinado pela prefeita Fabiany Zogbi Roig (PSB).

Até o início da noite de sexta-feira, São José do Norte registrava 17 casos confirmados. Um pulo de 54,5% em intervalo de 24 horas.

Confira outros pontos do decreto de São José do Norte

- Permanecem suspensas, todas as aulas, cursos e treinamentos presenciais em todas as escolas e instituições de ensino, públicas ou privadas, de todos os níveis e graus, bem como em estabelecimentos educativos, de apoio pedagógico ou de cuidados a crianças, incluídas as creches e pré-escolas até o dia 31 de julho;

- Fica permitido o funcionamento de restaurantes e lanchonetes através de entrega em domicílio, bem como pelo sistema "pegue e leve" (take away). A aglomeração de pessoas é vedada em qualquer hipótese;

- A realização de missas e cultos fica permitida exclusivamente para captação e transmissão audiovisual e as entidades religiosas deverão observar o número de pessoas para a realização dessas atividades, que será de, no máximo, 10% da capacidade prevista no Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI), sem nunca exceder o total de cinco pessoas;

- Em salões de beleza, centros de beleza e barbearias um único cliente poderá ser atendido por vez, por apenas um profissional. Independentemente do tamanho do estabelecimento, somente a presença de uma terceira pessoa será permitida para os serviços de higienização; 

- Em academias, estúdios e clínicas de pilates e de fisioterapia, o regramento cria uma escala que vai de um cliente e um profissional para locais com área de até 50 metros quadrados até três clientes e três profissionais em estabelecimentos acima de cem metros quadrados. Em todos os casos, é possível contar com um trabalhador para higienização.

Final de semana será de nova rodada de pesquisa da UFPel

A quinta rodada da pesquisa Epicovid19-RS, que estima a prevalência do novo coronavírus na população gaúcha, será realizada a partir deste sábado. Cerca de 250 entrevistadores, sob coordenação do Instituto Pesquisas de Opinião (IPO), irão visitar 500 domicílios até segunda-feira em cada uma das nove cidades incluídas no estudo: Pelotas, Porto Alegre, Canoas, Santa Maria, Uruguaiana, Santa Cruz do Sul, Ijuí, Passo Fundo e Caxias do Sul.

Ao todo, 4,5 mil pessoas passarão pelo teste rápido e responderão a questionário, enquanto aguardam o resultado, em intervalo de aproximadamente 15 minutos. A pesquisa, coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) em parceria com o Governo do Estado, conta com o apoio de 12 instituições de ensino superior públicas e privadas. Outras três etapas ainda serão desenvolvidas entre os meses de julho, agosto e setembro.

A pesquisa é uma importante ferramenta para identificar a velocidade com que o vírus se alastra pelo Rio Grande do Sul e ajuda a balizar a tomada de decisões do Poder Público.

Confira o panorama da pandemia: 

- Em Pelotas: Mais oito casos de Covid-19 foram registrados nesta sexta-feira; sete entre mulheres. Com os novos dados, agora Pelotas possui 226 resultados positivos; 149 pessoas já recuperadas. Todos os pacientes internados na rede hospitalar para o enfrentamento da doença são moradores de Pelotas. A paciente de 67 anos, de Capão do Leão, recebeu alta. Até o início da noite de sexta eram seis hospitalizados; quatro em leitos de UTI.

- Na Zona Sul: A região registrou o maior salto de casos desde o começo da pandemia. Em intervalo de 24 horas, ocorreram 42 novas notificações entre as cidades de Pelotas, Rio Grande, Canguçu, São Lourenço do Sul, Santa Vitória e São José do Norte. Só em Rio Grande foram 21 diagnósticos novos. Agora são 535 infectados. Confira o cenário nos 13 municípios:

- Pelotas: 226
- Rio Grande: 191
- Canguçu: 33
- São Lourenço: 20
- Santa Vitória do Palmar: 18
- São José do Norte: 17
- Piratini: 8
- Arroio Grande: 5
- Candiota: 5
- Capão do Leão: 4
- Pinheiro Machado: 3
- Chuí: 3
- Jaguarão: 2

- No Estado: O total de casos chegou a 24.114, em 389 municípios. Um salto de 1.093 notificações em 24 horas. O número de óbitos atingiu 540 no Rio Grande do Sul.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados