Proposta

Uma oportunidade para conscientizar o público infantil

Projeto Olhares Sobre o Rio Grande oferece conhecimento a crianças através da visitação de locais históricos do município

19 de Junho de 2022 - 09h15 Corrigir A + A -
Praça Xavier Ferreira está entre os pontos visitados pelo grupo de jovens (Foto: Richard Furtado - PMRG)

Praça Xavier Ferreira está entre os pontos visitados pelo grupo de jovens (Foto: Richard Furtado - PMRG)

É papel dos Centros de Referência e Assistência Social (Cras), através de ações comunitárias e da oferta de serviços de assistência social, fortalecer a convivência de seus atendidos com a sua família e com a comunidade. Em Rio Grande, esse trabalho começa cedo, ainda na infância. Oportunizando que as crianças tenham a chance de conhecer um pouco mais da cidade através da visitação a pontos turísticos, locais históricos e lugares que ainda não conheçam. Essa é a proposta do Projeto “Olhares sobre o Rio Grande - Nossas Crianças em Ação”.

O projeto, uma parceria do Cras Zona Portuária e da Secretaria de Meio Ambiente (SMMA), atende crianças de sete a 12 anos de idade e tem como objetivo geral sensibilizar e conscientizar o público infantil para as questões de preservação do meio ambiente, além de desenvolver atividades lúdicas que auxiliem na formação do conhecimento urbano e ecológico.

Ao todo, 50 crianças, divididas em duas turmas, frequentam os encontros que acontecem nas quartas-feiras pela manhã e nas quintas-feiras à tarde. Sempre acompanhados por uma equipe da SMMA e do Cras, os jovens já conheceram alguns lugares do município, como o Museu Oceanográfico, a praça Xavier Ferreira e os monumentos do local. Até o final do projeto eles também conhecerão outros espaços, como o Parque Urbano do Bolaxa.

Para a coordenadora do Cras, Patrícia Gonçalves, o projeto tem muito a acrescer na vida dessas crianças, visto que oportuniza aprendizado e novas experiências. “São crianças em situação de vulnerabilidade social e que não têm oportunidade de ir a passeios como esses. Consequentemente eles não conhecem pontos importantes e únicos da nossa cidade. O convite da SMMA veio em boa hora, firmamos a parceria e agora damos a essas crianças a oportunidade de aprender enquanto conhecem novos lugares.”


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados