Energia

Termelétrica de Candiota bate recorde em 2021

Usina registrou maior geração média anual desde entrada em operação

13 de Janeiro de 2022 - 09h36 Corrigir A + A -
A marca histórica superou o recorde anterior, registrado em 2013. (Foto: Divulgação - CGT Eletrosul)

A marca histórica superou o recorde anterior, registrado em 2013. (Foto: Divulgação - CGT Eletrosul)

No ano de 2021, a Termelétrica Candiota III Fase C registrou sua maior geração média anual, desde a entrada em operação comercial, em 2011. O empreendimento alcançou 283,70 MW médios, cumprindo sua inflexibilidade anual, e atingindo, pela primeira vez, a geração média anual comercializada.

A marca histórica superou o recorde anterior, registrado em 2013. A usina localizada no Rio Grande do Sul tem função estratégica, uma vez que contribui para o Sistema Interligado Nacional, com fonte de geração de energia estável, auxilia no controle de tensão da rede de transmissão da região e na operação segura da segunda interligação Brasil–Uruguai.

O resultado alcançado em 2021 reflete decisões estratégicas de investimento da CGT Eletrosul em grandes projetos, como a manutenção geral e a modernização da usina em 2019. Esses procedimentos permitiram várias adequações, desde a recuperação plena de sistemas operacionais sensíveis à otimização da termelétrica, bem como a implantação da nova planta de beneficiamento de carvão a ar em 2020. O fato gerou ganhos diretos de eficiência na geração de energia elétrica com o uso do carvão mineral, diminuindo impactos ambientais e reforçando a confiabilidade do abastecimento, o que demonstra a maturidade e a evolução contínua dos processos conduzidos na termelétrica.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados