Tristeza

Terça-feira encerra com seis mortes por Covid-19 na região

As vítimas são das cidades de Pelotas, Rio Grande e Pedro Osório; nos primeiros quatro dias de agosto, 13 pessoas perderam a vida para o novo coronavírus na Zona Sul

04 de Agosto de 2020 - 20h56 Corrigir A + A -

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br 

Rio Grande se mantém sobre os protocolos de bandeira Vermelha, devido ao modelo  próprio de Distanciamento Controlado (Foto Eduardo Santos)

Rio Grande se mantém sobre os protocolos de bandeira Vermelha, devido ao modelo próprio de Distanciamento Controlado (Foto Eduardo Santos)

Atualizada às 21h55min para acréscimo de informações

O mês de agosto completa apenas quatro dias e 13 mortes já foram notificadas na região. Os dois últimos casos são da cidade de Pedro Osório, que registra um avanço rápido da pandemia. Em pouco mais de duas semanas, desde a primeira confirmação de Covid-19, o município já contabiliza 28 resultados positivos e cinco óbitos.

Informações do boletim liberado pela Vigilância Epidemiológica, por volta das 21h desta terça-feira (4), dão conta de que as vítimas são dois homens. Um deles, de 50 anos de idade, faleceu em casa - no domingo - e o resultado do exame foi conhecido nesta terça. O outro paciente era um idoso de 89 anos que estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), em Bagé, e perdeu a batalha para a doença neste dia 4.

Já, o município de Rio Grande, depois de ficar 24 horas sem registrar novos óbitos, voltou a encerrar o dia de forma triste. Mais dois moradores não resistiram às complicações da Covid-19. As vítimas são duas mulheres: uma idosa de 89 anos e uma comerciária de 36 anos de idade. Com mais estas duas mortes, o município chega à trágica marca de 71 vidas perdidas desde o começo da pandemia.

Em Pelotas, as notificações ocorreram pela manhã. Quem perdeu a batalha para a doença foram dois homens que estavam internados na Beneficência Portuguesa. Um deles, de 60 anos de idade, havia falecido no dia 30 de julho. O outro, de 68 anos, foi vencido pela Covid-19, no último sábado, 1° de agosto. E mais: outras três mortes seguem sob suspeita em Pelotas.

Agravamento permanece em agosto
O avanço da doença segue alastrando preocupação e dor pela Zona Sul. Até as 21h30min desta terça, 13 óbitos já foram notificados em apenas quatro dias, do mês de agosto. E o mais delicado: 11 desses casos foram registrados em apenas dois municípios: Rio Grande e Pelotas.

Confira o panorama da pandemia
- Em Pelotas: A ocupação de leitos segue em alta e com o sinal de alerta ligado. Até a tarde desta terça, 58 pessoas estavam hospitalizadas. E o mais preocupante: 27 estavam em leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Detalhe: Pelotas só possui 35 vagas - cinco delas pediátricas - para quadros graves de Covid-19.

Também nesta terça-feira, mais 29 casos positivos foram confirmados e o total de infectados chegou a 1.156; 737 considerados já recuperados.

- Na Zona Sul: Veja o cenário nas 20 cidades da região que já entraram para o mapa da contaminação:

- Rio Grande: 1.561 - 71 mortes
- Pelotas: 1.156 - 24 mortes
- São José do Norte: 442 - 11 mortes
- São Lourenço: 86 - 2 mortes
- Santa Vitória do Palmar: 78 - 1 morte
- Canguçu: 69 - 2 mortes
- Capão do Leão: 55 - 1 morte
- Jaguarão: 48 - 1 morte
- Candiota: 47
- Arroio Grande: 33
- Pinheiro Machado: 24
- Pedro Osório: 28 - 5 mortes
- Piratini: 22 - 1 morte
- Chuí: 17
- Herval: 16
- Santana da Boa Vista: 10 - 1 morte
- Cerrito: 7
- Morro Redondo: 6 - 1 morte
- Turuçu: 4
- Amaral Ferrador: 1

Total: 3.708 infectados e 121 mortes

- No Estado: O lado mais duro da pandemia não para de se mostrar no Rio Grande do Sul. Nesta terça-feira, mais 83 óbitos foram notificados e, agora, exatamente 2.099 pessoas tiveram a vida abreviada. O total de casos confirmados bateu em 73.618, em 468 municípios. Apenas 29 cidades gaúchas permanecem sem registro oficial da circulação do vírus.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados