Pandemia

Rio Grande propõe modelo próprio de Distanciamento

Sistema irá adotar bandeiras e protocolos de igual ou maior restrição em relação ao regramento estadual; Zona Sul fechou o final de semana com 608 casos de Covid-19

28 de Junho de 2020 - 22h39 Corrigir A + A -

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br 

O fato de a cidade ser portuária eleva os riscos de disseminação do vírus, já que é porta de entrada de vários locais do país e do mundo

O fato de a cidade ser portuária eleva os riscos de disseminação do vírus, já que é porta de entrada de vários locais do país e do mundo

A prefeitura de Rio Grande e a Universidade Federal do Rio Grande (Furg) irão receber sugestões da comunidade para compor um modelo próprio de Distanciamento, que siga o formato que vem sendo adotado pelo Governo do Estado, mas possa considerar particularidades locais. Batizado de Modelo Papareia de Distanciamento Social Controlado, o sistema irá adotar bandeiras e protocolos de igual ou maior restrição em relação ao regramento estadual - já adiantou o prefeito Alexandre Lindenmeyer (PT), em live de duas horas, na noite de sexta-feira (26).

O fato de a cidade ser portuária - que a coloca em situação de risco mais elevado para disseminação do novo coronavírus - e contar com um número baixo de leitos de UTI específicos para Covid-19 estão entre as principais justificativas da criação da proposta. Ontem à tarde, por exemplo, das dez vagas da UTI Adulto da Santa Casa só restaram dois leitos em função dos óbitos. Além das duas mortes dos pacientes da região, também faleceu uma pessoa da cidade de Barra do Ribeiro.

"Essa situação, facilmente, pode gerar um colapso de atendimento de casos graves no Rio Grande", preocupa-se o chefe do Executivo. Para contribuir com sugestões, foi colocado à disposição da comunidade o endereço eletrônico distanciamentosocialrg@riogrande.rs.gov.br.

Confira o cenário da pandemia
- Em Pelotas: Mais 13 casos de Covid-19 foram notificados neste domingo (28). São sete mulheres - uma delas um bebê de apenas cinco meses de idade - e seis homens. Todos permanecem em isolamento domiciliar. Agora, são 251 infectados; 149 considerados já recuperados.

A Secretaria de Saúde aguarda o resultado da análise de 45 exames que estão no Laboratório Central do Estado (Lacen), em Porto Alegre. Até esta tarde, nove pacientes estavam hospitalizados; cinco com diagnóstico já confirmado da doença e três deles em leito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

- Na Zona Sul: A região chegou a 608 casos notificados até o início da noite deste domingo. Além de Pelotas, Arroio Grande, Pinheiro Machado, Santa Vitória do Palmar, Rio Grande e São osé do Norte elevaram as estatísticas. Se consideradas as novas confirmações de todo o final de semana, o salto foi de 71 casos na Zona Sul. Confira o cenário:

- Pelotas: 251
- Rio Grande: 228
- Canguçu: 36
- São José do Norte: 22
- São Lourenço: 20
- Santa Vitória do Palmar: 19
- Piratini: 8
- Arroio Grande: 6
- Candiota: 5
- Capão do Leão: 4
- Pinheiro Machado: 4
- Chuí: 3
- Jaguarão: 2

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados