Pandemia

Rio Grande mantém proibições para diversas atividades por mais uma semana

O Plano prevê ações para o período de 14 dias, intensificação das fiscalizações e melhoria da gestão com os pacientes positivados e seus contactantes

22 de Junho de 2021 - 21h57 Corrigir A + A -
No período em que estiver em vigor, o Decreto proíbe, em qualquer horário, da permanência ou a aglomeração de pessoas em espaços público. (Foto: Divulgação - DP)

No período em que estiver em vigor, o Decreto proíbe, em qualquer horário, da permanência ou a aglomeração de pessoas em espaços público. (Foto: Divulgação - DP)

O prefeito de Rio Grande, Fábio Branco assinou o Decreto 18.232, em vigor desde segunda-feira (21), e até o domingo (27), no qual proíbe todas as atividades entre 22h e 6h, com exceção de serviços essenciais previstos no inciso XIV do documento. É a segunda semana consecutiva que o governo municipal mantém as proibições, em acordo com o Plano de Ação dos Municípios da Região Sul, cujo objetivo é a intensificar a prevenção e o enfrentamento à pandemia da Covid-19. 
O Plano prevê ações para o período de 14 dias, intensificação das fiscalizações e melhoria da gestão com os pacientes positivados e seus contactantes, por meio de reforço nas medidas de isolamento domiciliar e laboral.
No período em que estiver em vigor, o Decreto proíbe, em qualquer horário, da permanência ou a aglomeração de pessoas em espaços públicos, costumeiramente, destinados como ponto de encontro e que sejam estimuladores de agrupamentos, tais como praças, parques, campos de futebol, orla costeira marítima e de águas internas, dentre outros locais similares e que a Administração Municipal vier a julgar pertinentes.
Atividades essenciais como postos de combustíveis, farmácias e hospitais têm funcionamento garantido. Para o setor da Alimentação, o Decreto estabelece que restaurantes, bares, lanchonetes e similares deverão fechar as portas às 22h e manter clientes, internamente, até às 23h. 

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados