Coronavírus

Região ultrapassa os 10 mil casos de Covid-19

299 pessoas já morreram pela doença nos municípios da Zona Sul

22 de Setembro de 2020 - 22h03 Corrigir A + A -
Rio Grande é a cidade da região com o maior número de mortos: 122

Rio Grande é a cidade da região com o maior número de mortos: 122

Seis meses. A metade de um ano sob o protagonismo de um vírus e das tentativas de combatê-lo. No dia 23 de março, a Zona Sul registrava o primeiro caso confirmado de Covid-19, em Rio Grande. Até a terça-feira (22), a pandemia já havia atingido 10.058 de pessoas da região e fez 299 vítimas - três nas últimas vinte e quatro horas, em Rio Grande, Pelotas e Morro Redondo.

A vítima pelotense foi um homem de 80 anos que estava internado na Beneficência Portuguesa desde o dia 19 de setembro. Com ele, a cidade chegou a 118 mortes em virtude do novo coronavírus. O boletim epidemiológico  contabilizou ainda 80 novas infecções, totalizando 3.777 desde o início da pandemia. Os internados são 41, sendo 23 em enfermaria e 18 em UTI. 2.623 são considerados curados.

Em Rio Grande, a vítima foi um homem, de 81 anos. São, agora, 122 riograndinos perdidos para a doença. A cidade teve até o momento 3.503 pessoas contaminadas, sendo 47 contabilizadas na terça-feira (22). Em Morro Redondo, a morte registrada foi de um homem, de 85 anos. Com ele, a cidade soma agora dois óbitos. O boletim epidemiológico local informou ainda mais duas infecções na cidade, somando 37 casos confirmados. 

No dia em que completou seis meses desde o primeiro caso de Covid-19, a Zona Sul também ultrapassou a marca dos 10 mil casos - a título de comparação, mais da metade dos municípios da região nem mesmo possui 10 mil habitantes na totalidade. Uma triste jornada que teve início em 23 de março quando Rio Grande anunciou que o primeiro contágio havia sido contabilizado no município.

Desde então, a proliferação do novo coronavírus tem sido rápida. Um mês depois, ele já estava em outras seis cidades, com 34 casos confirmados. No primeiro dia de maio, o vírus fez a primeira vítima, em Rio Grande. Quando a pandemia completou dois meses na região, os números apontavam 109 infecções e uma morte. Junho, na sequência, trouxe o primeiro agravamento mais sério do quadro regional. No dia 23 daquele mês, eram 448 infecções registradas, seis mortes e 13 dos 22 municípios atingidos.

O período até 23 de julho foi o segundo mais grave até aqui. Naquela altura, o vírus já havia contaminado 2.339 pessoas na região, feito 78 vítimas e se espalhado por 19 cidades. Foi o início de um pico que parece ter se manifestado no mês seguinte. Em 23 de agosto eram 5.999 casos confirmados, 207 mortos e a totalidade de municípios atingida. Até a terça-feira (22) a Zona Sul havia contabilizado 10.058 casos confirmados de Covid-19. Nos dados da região, estão ainda 299 vidas perdidas para a pandemia.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados