Vacinação

Região Sul recebe mais de 27 mil doses da vacina

Nova remessa do imunizante da AstraZeneca é destinada para aplicação da primeira dose e idosos, pessoas com comorbidades ou deficiência

30 de Abril de 2021 - 18h55 Corrigir A + A -
Foram destinadas um total de 27.270 doses (Foto: Divulgação - DP)

Foram destinadas um total de 27.270 doses (Foto: Divulgação - DP)

Chegaram nesta sexta-feira (30) nas cidades da Zona Sul, uma nova remessa da vacina contra Covid-19. Os imunizantes da Astrazeneca/Oxford serão destinados à primeira dose do grupo prioritário com idades entre 60 e 61 anos, além de pessoas com comorbidades e também aquelas com deficiência. Para esse grupo, a faixa etária é de 54 à 59 anos e 55 à 59 anos respectivamente.

Foram destinadas um total de 27.270 doses. As cidades que mais receberam o imunizante foram Pelotas com um total de 10.575 e Rio Grande com 6.180 doses. Na outra ponta, Pedras Altas foi o que ficou com a menor fatia, 50 doses ao todo. A quantidade encaminhada é de acordo com o número de habitantes.

Em Pelotas, com o fim da vacinação da primeira dose aos idosos, a prefeitura já começará a aplicação no novo grupo prioritário. No entanto, o cronograma ainda está sendo definido. Segundo a prefeitura, o número de pessoas com mais de 60 anos que receberam a primeira dose vacina foi maior do que o previsto pelos dados populacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Caso ainda tenha alguém pertencente a este grupo, que não conseguiu comparecer nas ações de drive-thru e nas escolas, deve buscar a imunização no Centro de Especialidades.

Vacinação suspensa

A aplicação da segunda dose da vacina realizada no sistema drive-thru está suspensa desde a última sexta-feira devido a falta de doses do imunizante CoronaVac. O retorno depende da chegada de uma nova remessa da vacina, que segundo a secretária de Saúde Roberta Paganini, deve ocorrer até o final da próxima semana. A responsável pela pasta diz ainda que não é possível informar o número de pessoas que faltam para completar a imunização. A vacinação realizada nas escolas continua somente até segunda-feira - para idosos de 71 anos. Depois disso também será interrompida. A apliacação é das 10 às 15h, nas sete escolas municipais.

Sobre a segunda dose dos grupos imunizados com a vacina da Astrazeneca, a secretária de Saúde diz que já teve inicio, pois o município recebeu as doses em fevereiro. "Grande parte dos profissionais de saúde foram imunizados com essa vacina logo que a campanha iniciou. A cada grupo que completa os 90 dias de imunização, realizamos o complemento da imunização", esclarece Roberta.

Vai chegar, mas não é o suficiente

Conforme o governo do Estado, neste sábado e domingo devem chegar novas doses das vacinas. Serão destinadas ao Rio Grande do Sul, 413.750 mil doses da vacina da Astrazeneca e 22.800 mil da Coronavac. Essas novas remessas serão utilizadas para a imunização de pessoas com comorbidades e deficiência e também para a segunda dose dos grupos prioritários.

No entanto, a quantidade destinadas à aplicação da segunda dose não é o suficiente para a necessidade de todo Estado. Até sexta-feira, a demanda já superava 461 mil doses, conforme o Executivo gaúcho. São 40.470 doses para concluir o esquema vacinal de idosos que receberam a remessa distribuída no dia 20 de março. Faltam 223.400 para concluir os da remessa de 26 de março e mais 200.840 para a remessa distribuída dia dois de abril. Totalizando 464,710 mil com o intervalo entre as aplicações vencido.

Vacinação de pessoas com comorbidade 

Fase 1

- Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos;
- Pessoas com doenças renais que fazem tratamento por diálise maiores de 18 anos;
- Gestante e puérperas (passaram há menos de 45 dias pelo parto) e têm alguma comorbidade, maiores de 18 anos;
- Pessoas com 54 a 59 anos com comorbidades;
- Pessoas com deficiência permanente cadastradas no programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos.

Fase 2

- Será aberta a vacinação para pessoas com deficiência permanente cadastradas no BPC e gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes e divididas por idade, assim como ocorre no grupo dos idosos.

- Após completar a faixa das pessoas de 55 a 59 anos, começa a aplicação nas pessoas com 50 a 54 anos, depois 45 a 49 anos e assim por diante, até os 18 anos.

Doses da Astrazeneca distribuídas na última sexta-feira 

Para pessoas com 60 e 61 anos Pessoas com comorbidades 54 a 59 anos e pessoas com deficiência cadastradas no BPC com 55 e 59 anos

Amaral Ferrador 70 115
Arroio do Padre 35 55
Arroio Grande 210 365
Candiota 100 160
Canguçu 675 1035
Capão do Leão 295 505
Cerrito 75 130
Chuí 75 110
Herval 80 115
Jaguarão 345 520
Morro Redondo 95 135
Pedras Altas 10 40
Pedro Osório 110 150
Pelotas 4.360 6.215
Pinheiro Machado 160 250
Piratini 260 415
Rio Grande 2.520 3.660
Santa Vitória do Palmar 375 780
Santana da Boa Vista 115 155
São José do Norte 345 530
São Lourenço do Sul 590 830
Turuçu 40 60

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados