Zona Sul

Prefeitura de Rio Grande realiza trabalho contra a estiagem

Defesa Civil, Secretaria de Desenvolvimento Primário e Emater planejam ações para amenizar danos

15 de Maio de 2020 - 15h53 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

As contas mostram que seriam necessários meio milhão de reais para cobrir os danos (Foto: Divulgação - DP)

As contas mostram que seriam necessários meio milhão de reais para cobrir os danos (Foto: Divulgação - DP)

A Defesa Civil, a Secretaria de Desenvolvimento Primário e a Emater estão trabalhando no plano de resposta para a situação de emergência, em razão da estiagem, no município do Rio Grande. Crise foi causada pela ausência de chuvas, o ar quente e as altas temperaturas dos meses anteriores. O plano surge a partir do reconhecimento da situação nas esferas estadual e federal de governo e, com esse reconhecimento, o município tem a oportunidade de pleitear recursos para amenizar a situação e colaborar com seus produtores rurais.

Conforme estimativa preliminar, serão necessários em torno de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para investir no setor e amenizar os danos. No plano será incluído aporte para óleo diesel, alimentação para animais, adubo e sementes para o plantio de hortaliças, entre outras necessidades identificadas. “Nós precisamos de algo em torno desse valor para apoiar e ajudar nossos produtores, especialmente no que se refere à alimentação animal, diesel, adubo e sementes para recomeçar a produção”, salienta o vice-prefeito, Paulo Renato Mattos Gomes, sobre os trabalhos para o plano de resposta. A previsão é terminar o plano até o dia 22/05 e logo preencher e encaminhar as solicitações de recursos para os governos estadual e federal.

No meio da semana aconteceu uma reunião para discutir o plano de resposta. Participaram o vice-prefeito e coordenador da Defesa Civil, Paulo Renato Mattos Gomes, o secretário executivo da Defesa Civil, Anderson Montiel, o secretário de desenvolvimento primário, José Leomar Soares, o superintendente da pasta, Cledenir Mendonça, e o chefe do escritório da Emater do Rio Grande, Rogério Soares da Silveira.

Ontem pela manhã, 14/05, outra reunião foi realizada, desta vez por videoconferência. Na reunião participaram o vice-prefeito, membros da Defesa Civil, da Secretaria de Município de Desenvolvimento Primário. A videoconferência foi organizada pelo deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Luiz Augusto Lara, e também contou com representantes de municípios da região, da Defesa Civil do estado e de secretários do governo do estado. Os participantes discutiram e avaliaram os impactos causados pela estiagem em todo o estado, além de encaminhamentos ao governo federal.

A situação de emergência foi decretada no município pelo prefeito Alexandre Lindenmeyer, no mês de abril, conforme Decreto Municipal nº 17.098/20. O reconhecimento na esfera federal aconteceu no último dia 07/05, conforme portaria 1.323/2020 da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, publicada no Diário Oficial da União do dia 11/05. O reconhecimento permite ao município buscar recursos para aplicar em ações para minimizar prejuízos da estiagem dos últimos meses.

 
 
 
 
 
 

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados