Zona Sul

Prefeito Fábio Branco apresenta balanço dos primeiros cem dias de governo

Foi divulgado um relatório englobando as ações desenvolvidas no período, contendo as estratégias para elevar a gestão pública na cidade

10 de Abril de 2021 - 13h12 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Foi divulgado um relatório englobando as ações desenvolvidas no período, contendo as estratégias para elevar a gestão pública na cidade

Foi divulgado um relatório englobando as ações desenvolvidas no período, contendo as estratégias para elevar a gestão pública na cidade

O prefeito Fábio Branco (MDB) realizou, na página oficial da Prefeitura do Rio Grande no Facebook, uma live de apresentação referente aos primeiros 100 dias de governo da atual gestão. Na oportunidade, Branco divulgou um relatório englobando as ações desenvolvidas no período, salientando o foco em suprir as demandas da população e em construir estratégias para elevar a gestão pública do Rio Grande para uma forma mais moderna e estruturada. O relatório foi dividido por áreas e pode ser visualizado no final da matéria. A live, segue disponível na página da Prefeitura do Rio Grande no Facebook.  

Em seu pronunciamento, Branco relembrou a apresentação feita na marca de 50 dias de governo e, se referindo a situação encontrada pela atual gestão ao assumir a Prefeitura, afirmou que “quem acompanhou, viu a gravidade que a Prefeitura se encontra, de maneira organizacional, mas principalmente na situação financeira”. Além disso, o prefeito enfatizou a disponibilidade da gestão para o diálogo com a comunidade “A marca do nosso governo é o diálogo e vai continuar sendo. Tenho comentado que, no meu retorno, volto muito mais preparado, e com esse propósito de resgatar a autoestima do rio-grandino, de fazer com que as pessoas voltem a ter orgulho da cidade. (..) Um dos aspectos que me fez concorrer foi abrir a prefeitura para todas as pessoas, inclusive aqueles que pensam diferente de mim ou que não concordam com as nossas atitudes. Vamos estar sempre disponíveis para ouvir as pessoas. Nós entendemos que a prefeitura não é de meia dúzia, ou de um partido, lado ‘a’ ,’b’ ou ‘c’. Hoje eu sou prefeito de todos. Quero dizer para aqueles que não votaram em mim, que eu respeito muito, e agradeço aqueles me deram oportunidade de, pelo terceiro mandado, voltar e tentar colaborar com aquilo que a gente entende que é importante, com uma gestão eficiente, uma gestão moderna, que possa corresponder expectativa e que ofereça um serviço público com qualidade”, disse. 

Situação orçamentária 

Ao iniciar a apresentação, Branco destacou dois aspectos referentes a Secretaria da Fazenda. O primeiro é um projeto de governo denominado Cadastro Multifinalitário, sobre o qual o prefeito comentou que “vai dar a capacidade de conhecer a cidade as pessoas que aqui vivem para, principalmente, desenvolver serviços de qualidade”.  O outro aspecto foi relacionado às dívidas do município, quando apresentou o balanço financeiro que revela um déficit estimado de cerca de mais de 100 milhões de reais, conforme elencado abaixo:  

Receita prevista: R$820.582.648,45 

Despesa fixada: R$820.582.648,45 

Déficit estimado:  R$113.025.047,86 

Revisão de Contratos 

Durante a apresentação de áreas como o Gabinete de Compras, Licitações e Contratos e a Secretaria de Controle e Serviços Urbanos (SMCSU), Branco ressaltou o trabalho da gestão municipal na readequação de contratos estabelecidos anteriormente. Segundo ele, todos os contratos estão sendo revisados e os serviços estão sendo fiscalizados. Conforme divulgado no relatório, o prefeito utilizou como exemplo um contrato firmado junto a SMCSU, de número 458/18. Apenas considerando esse contrato, conforme os dados divulgados, a atual gestão tem conseguido uma economia de mais de 180 mil reais mensais, totalizando mais de 360 mil reais apenas nos meses de janeiro e fevereiro. A ação servirá como exemplo para a revisão de outros contratos, de diversas áreas do município.  

Saúde, Covid-19 e vacinação 

A respeito das ações da secretaria de saúde, Branco cumprimentou a todos os envolvidos no atendimento e vacinação da população. “Nossa equipe tem se dedicado muito, de maneira muito transparente, trabalhando diariamente de forma incansável, nos mutirões, no drive thru, nas unidades básicas e no atendimento de acamados nas residências”, disse.  

A respeito da vacinação, o prefeito ainda reforçou que, a partir da iniciativa do consórcio criado junto a Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), assim que existir oferta por parte dos laboratórios, o município também fará parte do processo de aquisição de vacinas. Ainda sobre o tema, ele destacou a parceria junto à iniciativa privada do município. “O Aliança Rio Grande já assinou também o termo de adesão no registro de preço. Então, a partir do que foi aprovado pelo Governo Federal, e agora referendada pela câmara dos deputados a possibilidade de a iniciativa privada colaborar, não vamos medir esforços para que a gente possa ter maior número de vacinados possível, seja da primeira dose ou da segunda dose”, acrescentou.  

Planejamento para o desenvolvimento  

Após a apresentação, o prefeito salientou que busca a participação de todos para enfrentar o desafio de recuperar o Rio Grande. “Quero colaborar com a nossa equipe, mas com o envolvimento de todos. O desafio é enorme. Nós vamos ter um desafio enorme para recuperar essa cidade. Em termos de autoestima, investimento, geração de emprego, principalmente a condição de qualidade de vida das pessoas, e que as pessoas tenham orgulho de morar aqui. Mas eu digo para vocês que é possível, nós vamos fazer isso. E as pessoas de bem estão querendo, tem muita gente. Eu fico cada vez mais entusiasmado, cada vez mais motivado por estar nessa posição. Agradeço a Deus por isso, é Deus que faz com que a gente esteja nas nossas condições para que a gente possa trabalhar e ajudar”, argumentou.   

Branco ainda revelou alguns objetivos e frentes de atuação para buscar o desenvolvimento do município. “Nós vamos trabalhar socialmente, como estamos fazendo agora, colaborando com o pacto contra a fome. Nós vamos trabalhar pela geração de emprego, estamos preparando um plano pós pandemia para a economia, que, com alguns parceiros, nós vamos evoluir. Nós estamos fortalecendo a nossa relação com a Universidade para que a gente aproveitar o máximo de competência e unir os esforços. E as pessoas de bem que queiram trabalhar, que queiram colaborar e ajudar, nós vamos estar de braços abertos. É uma obrigação nossa, no serviço público, ter humildade e ouvir as pessoas. Nós vamos ter coragem de fazer o enfrentamento, mas mostrar também que existe um caminho para que a gente possa recuperar essa cidade o mais rápido possível, trazendo desenvolvimento econômico e desenvolvimento social”, finalizou  


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados