Seca

Pedro Osório contrata empresa para agilizar trabalho da patrulha agrícola

A medida é para aumentar o maquinário à disposição dos produtores para atender serviços como limpeza de açudes e armazenamento de água mais rapidamente e com maior qualidade

19 de Fevereiro de 2020 - 14h52 Corrigir A + A -
 Segundo o laudo técnico da Emater, o prejuízo financeiro para o município já é de mais de R$ 10,3 milhões. (Foto: Divulgação - DP)

Segundo o laudo técnico da Emater, o prejuízo financeiro para o município já é de mais de R$ 10,3 milhões. (Foto: Divulgação - DP)

Para amenizar os danos da estiagem, a Prefeitura de Pedro Osório vai contratar uma empresa para agilizar o trabalho da Patrulha Agrícola no interior de Pedro Osório. Em reunião na manhã desta quarta-feira (19) com a Emater e os produtores rurais, o prefeito Moacir Alves, a secretaria de Agricultura e o Comagro apresentaram as soluções buscadas pela administração para amenizar os danos da seca no município.

“Todos estamos preocupados com a estiagem, que está muito severa. Ainda estamos buscando auxilio estadual e federal, mas não é uma tarefa fácil. Estamos à disposição para auxiliar no que for preciso”, explicou o prefeito Chola. A ideia da Prefeitura é aumentar o maquinário à disposição dos produtores, para atender serviços como limpeza de açudes e armazenamento de água mais rapidamente e com maior qualidade.

As novas máquinas irão se juntar ao maquinário da prefeitura para formar uma equipe de trabalho. O valor cobrado ao produtor será o mesmo da hora/máquina, com os custos extras subsidiados pela prefeitura. No último dia 5, a administração decretou situação de emergência por conta da estiagem. Segundo o laudo técnico da Emater, o prejuízo financeiro para o município já é de mais de R$ 10,3 milhões.

Repasse a cas de idosos
Pela quarta vez consecutiva a Prefeitura de Pedro Osório aumentou o valor do repasse para o Lar de Idosos São Francisco de Assis. Dessa vez, o valor pago pela atingiu o valor anual de R$ 16.800,00. Na manhã dessa quarta-feira (19), o prefeito Moacir Alves e o vice-prefeito e secretário de Planejamento, Cal Oliveira, assinaram o termo de colaboração com a instituição, juntamente com o presidente do Lar, Carlos Roberto Amaral dos Santos. O secretário de gabinete, Ricardo Alves, também participou do encontro.

O novo aumento, o quarto consecutivo, atingiu mais de 100% do valor que era repassado em 2016. Em 2016, o valor repassado pela prefeitura era de R$ 650,00 por mês. No primeiro ano da administração, em 2017, o repasse foi aumentado para R$ 800,00. Em 2018 chegou a R$ 1 mil. Em 2019 atingiu R$ 1.200,00 mil mensais. Agora, o valor mensal chegou a R$ 1.400,00.

O Lar de Idosos São Francisco de Assis promove programas assistenciais e atende idosos homens e mulheres desamparados e pobres de Pedro Osório que não tem condições de viver com suas famílias. Atualmente, a instituição atende 27 residentes e oferece habitação, alimentação e assistência médica.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados