Recursos

Mais de 15 milhões serão investimentos no Sistema de Esgotamento de Cerrito

O projeto compreende a rede de esgoto, quatro estações de recalque e uma estação de tratamento de esgoto

30 de Dezembro de 2019 - 17h30 Corrigir A + A -
O prefeito Douglas Silveira buscou, junto à FUNASA, a realização do projeto em Cerrito.  (Foto: Divulgação - DP)

O prefeito Douglas Silveira buscou, junto à FUNASA, a realização do projeto em Cerrito. (Foto: Divulgação - DP)

A administração de Cerrito, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (SPG), habilitou o município no Sistema de Esgotamento Sanitário no valor de R$ 15.115.985,49 para o tratamento de esgoto. O projeto compreende a rede de esgoto, quatro estações de recalque e uma estação de tratamento de esgoto, abrangendo toda a área urbana do município.

O recurso para realização do projeto de esgotamento é oriundo de convênio da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), sem contrapartida por parte do município. Segundo o secretário da SPG, João Carlos Martinez Deniz, esse projeto dará grandes retornos à comunidade e é de suma importância para o município. “O sistema de esgotamento compreende a coleta e o tratamento da água, fazendo com que ela retorne limpa para o rio Piratini. É um grande projeto, que visa desde a saúde da população até o cuidado com o meio ambiente.”, destacou o secretário.

O prefeito Douglas Silveira que buscou, junto à FUNASA, a realização do projeto em Cerrito enfatiza a importância do tratamento de esgoto. “O esgotamento sanitário é uma questão de saúde pública e, sabendo disso, a
administração municipal se empenhou para que Cerrito fosse beneficiado com o projeto. Além disso, não há contrapartida por parte do município, ou seja, todo o valor investido é proveniente da FUNASA.”, finalizou.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados