Zona Sul

Junta de Serviço Militar conclui levantamento sobre serviços prestados nos últimos meses em Rio Grande

Foram registrados 110 alistamentos em atraso, correspondentes a cidadãos que deixaram de se alistar no ano que completaram 18 anos

16 de Julho de 2021 - 22h12 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

 (Foto: Divulgação - DP)

(Foto: Divulgação - DP)

A Junta de Serviço Militar (JSM) de Rio Grande apresentou intenso movimento na primeira metade do ano. Conforme o Secretário da JSM, Edson Costa, levantamento oficial do feito pelo órgão aponta que, entre 02 de janeiro e 1º de julho deste ano, além de 951 processos de alistamento encaminhados por cidadãos do Rio Grande através da Internet, foram registrados no período 110 alistamentos em atraso. A situação do atraso envolve cidadãos que deixaram de se alistar no ano em que completaram 18 anos. Rio Grande teve, no período levantado pela Junta de Serviço Militar, 1.061 alistados.

A verificação da JSM aponta que 279 pessoas requereram a 1ª via do Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI), enquanto 150 cidadãos acabaram, por uma ou outra razão, tendo extraviado o Certificado de Dispensa, precisando recorrer à Junta Militar em busca de 2ª via. Desta forma, foram atendidos 429 pedidos envolvendo CDIs pela Junta do Rio Grande. Ainda segundo o Secretário Edson Costa, é importante que todos estejam atentos de forma a evitar que cheguem à condição de refratário. Quem não se apresentar aos chamados na época do processo de Seleção Militar de sua classe (ano), é considerado refratário.

Em Rio Grande, no período levantado, 66 cidadãos tiveram liberação após passarem pelo atendimento na Junta de Serviço Militar, pagando a multa mínima correspondente por estarem em débito com a obrigação prevista em lei. Em setembro, nas datas que serão amplamente noticiadas pela JSM, todos deverão ir à Comissão de Seleção para a regularização em definitivo de sua situação. Outro dado aponta é que houve a expedição de segunda via do Certificado de Alistamento Militar a 64 cidadãos em Rio Grande.

Na forma presencial, cumpridas as normas sanitárias vigentes na pandemia, com o distanciamento também preconizado pelas autoridades, a Junta de Serviço Militar registrou, no período, 1.338 atendimentos. O Secretário Edson Costa também ressaltou a importância de todos os cidadãos estarem em dia com as obrigações militares. A JSM está sediada à Avenida Buarque de Macedo, 499, no bairro Cidade Nova, e atende entre segunda e sexta-feira, das 8h às 14h.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados