Diário de Verão

Convite para apreciar o mar

Em São José do Norte, as águas, propícias para prática de surf, estão entre os grandes atrativos

15 de Janeiro de 2022 - 09h10 Corrigir A + A -

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br 

Para matar a saudade. A professora Mirian, moradora de Goiás, volta todos os anos para rever a família e também a praia (Foto: Jô Folha - DP)

Para matar a saudade. A professora Mirian, moradora de Goiás, volta todos os anos para rever a família e também a praia (Foto: Jô Folha - DP)

Sombreiros instalados ao longo da orla são um dos diferenciais  (Foto: Jô Folha - DP)

Sombreiros instalados ao longo da orla são um dos diferenciais (Foto: Jô Folha - DP)

Banhos inclusivos para pessoas com deficiência ou baixa mobilidade passarão a ser oferecidos nos próximos dias (Foto: Jô Folha - DP)

Banhos inclusivos para pessoas com deficiência ou baixa mobilidade passarão a ser oferecidos nos próximos dias (Foto: Jô Folha - DP)

Orientações. Guarda-vidas estão sempre atentos; nas           ressacas, ondas chegam a atingir cinco metros de altura (Foto: Jô Folha - DP)

Orientações. Guarda-vidas estão sempre atentos; nas ressacas, ondas chegam a atingir cinco metros de altura (Foto: Jô Folha - DP)

Mar Grosso foi uma das praias da região visitadas pelo DP e apresentadas desde 18 de dezembro como alternativa aos roteiros de férias (Foto: Jô Folha - DP)

Mar Grosso foi uma das praias da região visitadas pelo DP e apresentadas desde 18 de dezembro como alternativa aos roteiros de férias (Foto: Jô Folha - DP)

Está justamente nas ondas um dos principais atrativos da praia do Mar Grosso, em São José do Norte, como o nome já adianta. O local é, portanto, referência à prática de surf. Em mais um final de semana em que o Diário Popular apresenta os balneários da Zona Sul, fica o convite para que você faça a travessia - de balsa ou de lancha - rumo às terras nortenses e desbrave o local, que ainda se mantém sem grandes concentrações de público.

Uma longa faixa de dunas e sombreiros em madeira espalhados pela orla transformam-se em marca do Mar Grosso. Nos próximos dias, a prefeitura passará a disponibilizar cadeiras de banho a pessoas com deficiência ou baixa mobilidade. Será o chamado banho inclusivo. Mas, para isso, o veranista deverá estar acompanhado e precisarão ser adotados cuidados estabelecidos em Termo de Responsabilidade elaborado pela Procuradoria Geral do Município.

"A emoção de poder proporcionar este momento, que garante o direito de usufruir do mar, será, sem dúvida, algo indescritível para todos os envolvidos neste projeto", destaca a secretária de Turismo, Esporte e Lazer, Daiane Pereira. A iniciativa conta com a parceria da Secretaria de Assistência Social, Cidadania e Mulher e do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência e Superdotados.

Bom para o surf, mas seguro aos banhistas

A praia é de mar aberto, uma das principais características do Rio Grande do Sul. Não forma enseadas, como parte dos balneários de Santa Catarina. Em São José do Norte, entretanto, há uma particularidade que a torna, ao mesmo tempo, boa para o surf e mais segura aos visitantes.

Quem explica é o primeiro-sargento do Corpo de Bombeiros, Vagner Gonzales. "Em virtude da posição em que a morfologia aqui se encontra, temos uma condição peculiar, sem tantas formações de correntes de retorno e repuxo", afirma o guarda-vidas. Na prática, apesar da consistência e da força das ondas, favoráveis aos esportistas, o mar - Grosso - joga o banhista para fora.

"Para dar um afogamento aqui, a pessoa tem que fazer um certo esforço", ressalta Gonzales, que atua pela quinta temporada em São José do Norte. O trabalho de prevenção, com orientações a nortenses e turistas, está sempre na ativa.

Local para reabastecer energias

A professora Mirian Gautério Bizzotto, 53, permanece em silêncio de frente para o mar. Reencontrar família e amigos em São José do Norte, a cada período de férias, é uma das formas de se reenergizar. Estar na praia, nas dunas, em conexão com o mar, é mais uma das maneiras. E há 26 anos é assim, desde que foi morar na cidade de Caldas Novas, em Goiás.

"É sempre prazeroso. Temos quase a impressão de que a praia é nossa. Linda, extensa. Me passa, realmente, uma paz. A imensidão do mar, da natureza e o quanto é bom", resume. E faz a provocação para quem ainda não conhece o Mar Grosso colocá-lo no roteiro. "Vale a pena a gente poder vivenciar isso. Vou sair revigorada daqui".

Investimentos por vir e eventos suspensos 

O pequeno trecho no caminho cidade-praia, que segue sem calçamento, será concluído através do programa Avançar-RS.

Toda a programação esportiva e cultural, prevista para ocorrer até o dia 2 de março, está suspensa pelo Comitê Covid, que seguirá monitorando o número de casos confirmados de coronavírus no município. A medida preventiva tem o objetivo de evitar aglomerações.

Conheça mais detalhes! 

- A praia está estruturada com 5 pousadas e 2 restaurantes.
- Tanto na chegada do município - na Hidroviária - quanto na praia, o visitante conta com informações na Central de Atendimento ao Turista e ainda pode conhecer os artesanatos típicos produzidos por artistas locais.
- Mais informações sobre a cidade e possíveis passeios podem ser obtidas pelo telefone: (53) 3238-1072 ou pelo site da Secretaria de Turismo: www.saojosedonorte.tur.br

Atenção às dificuldades no acesso! 

Desde o mês de dezembro, com apenas uma das duas empresas que fazem a operação das balsas em atendimento, os horários estão alterados e o serviço comprometido. Portanto, o ideal é obter informações antes de deslocar-se à fila para cruzar com seu veículo na travessia Rio Grande-São José do Norte.

Uma das alternativas, se você não estiver com muita bagagem e for apenas para passar o dia, é deslocar-se de lancha, que tem vários horários à disposição e circulação até o final da noite. O valor da passagem é de R$ 5,50 por pessoa. Aí, ao desembarcar, você pode pegar um táxi - no valor de R$ 20,00 - ou transporte por aplicativo até a praia, já que o balneário fica a apenas sete quilômetros de distância. Foi o que o Diário Popular fez na última quinta-feira, 6 de janeiro, para agilizar o acesso.

Na balsa, o valor cobrado por carro é de R$ 40,00. Para detalhes sobre o funcionamento das balsas, faça contato com as empresas F. Andreis, que tenta suprir o serviço, pelos telefones (53) 3232-1500, 3231-1099 e 99975-4028 e com a Becker Transportes, pelo número (53) 99925-8074.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados