Rodovia

Concluídas melhorias na ERS-734, no acesso ao Cassino

Mais de R$ 2 milhões foram investidos em pavimentação, pontes e sinalização da rodovia

05 de Abril de 2022 - 22h15 Corrigir A + A -
O projeto orçado em R$ 50 milhões prevê a duplicação de 6,5 quilômetros de estrada entre o trevo e o pórtico de entrada da cidade (Foto: Divulgação - DP)

O projeto orçado em R$ 50 milhões prevê a duplicação de 6,5 quilômetros de estrada entre o trevo e o pórtico de entrada da cidade (Foto: Divulgação - DP)

Uma das principais estradas da Zona Sul do Estado já conta com asfalto e sinalização renovados. A ERS-734, que liga o Centro de Rio Grande à praia do Cassino, recebeu melhorias executadas pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à Secretaria de Logística e Transportes.

Os serviços receberam investimento de R$ 2 milhões do Plano de Obras do programa Avançar. Foram 10,68 quilômetros de intervenções entre a BR-392 e o acesso ao balneário.

“É uma obra que leva em conta não somente a mobilidade dos moradores, mas também dos turistas que se deslocam a esse importante destino turístico do Rio Grande do Sul”, ressalta o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino.

De acordo com o dirigente, para eliminar as imperfeições nos pontos críticos, foram realizados reparos nas camadas asfálticas e recapeamento. Houve, ainda, limpeza e pintura de pontes localizadas sob os arroios Senandes, Vieira e Vilaça. O mesmo serviço ocorreu no viaduto sobre a Viação Férrea. A sinalização da pista também passou por melhorias.

“Todas as ações resultaram na eliminação dos defeitos no asfalto, proporcionando um trânsito seguro e confortável pela ERS-734”, destaca Faustino.

Prefeitura pressiona pela duplicação
A Prefeitura de Rio Grande, através do prefeito Fábio Branco afirma estar pressionando a direção do Daer pela assinatura do contrato com a empresa vencedora da licitação para a obra de duplicação da ERS-734. O resultado do certame foi conhecido em fevereiro, mas um recurso impetrado pela empresa que ficou em segundo lugar tem atrasado a finalização da contratação e o início da obra.

O projeto
O projeto orçado em R$ 50 milhões prevê a duplicação de 6,5 quilômetros de estrada entre o trevo e o pórtico de entrada da cidade. Em fevereiro a empresa Conpasul, com sede em Rio Grande, venceu a licitação, porém a segunda colocada no certame entrou com recurso na Justiça questionando o resultado da licitação.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados