Empreendedorismo

Canguçu potencializa apoio a empresas

Desburocratização de processos, atendimento mais humanizado e respostas rápidas contribuem para qualificar ambiente de negócios

15 de Junho de 2022 - 17h13 Corrigir A + A -
Sala também disponibiliza orientação para captação de recursos e financiamentos, acesso ao microcrédito e outras políticas de incentivo. (Foto: Arquivo - Prefeitura de Canguçu - Divulgação)

Sala também disponibiliza orientação para captação de recursos e financiamentos, acesso ao microcrédito e outras políticas de incentivo. (Foto: Arquivo - Prefeitura de Canguçu - Divulgação)

Integrante do programa Cidade Empreendedora, do Sebrae, desde o final de 2021, Canguçu tem acelerado processos e ampliado serviços na sua Sala do Empreendedor. Inaugurada em março, a estrutura tem o objetivo de auxiliar empreendedores na abertura de empresas e microempreendedores individuais (MEIs), capacitações, consultorias, palestras, apoio para desenvolvimento de planos de negócio, banco de oportunidades para divulgação de vagas de emprego, cadastro de currículos, apoio e infraestrutura para processos de seleção.
Em parceria com a Caixa Econômica Federal, a Sala também disponibiliza orientação para captação de recursos e financiamentos, acesso ao microcrédito e outras políticas de incentivo.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Urbanismo Nilson Nörnberg, um exemplo da evolução no ambiente de negócios a partir da Sala do Empreendedor é a facilitação a quem demonstra interesse em investir no município. Segundo ele, investidores de Santa Catarina que procuraram a estrutura recentemente atrás de informações de locais para se instalarem na cidade foram rapidamente atendidos. Em meia hora, relata Nörnberg, a equipe da Sala já havia feito pesquisa com imobiliárias locais e retornado aos empresários com opções de imóveis à disposição.

“O apoio do Sebrae RS é muito importante para nós. Hoje, temos uma relação mais próxima com empresas e investidores e o reconhecimento ao nosso trabalho”, destaca o secretário. “Evoluímos muito com a desburocratização de processos, atendimento mais humanizado e respostas rápidas, que é o que os empresários querem”, completa.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados