Pandemia

Bairros Navegantes e Balneário passam por sanitização em SLS

Nesta segunda-feira, a sanitização será na Lomba, Medianeira, Moliano Crespo, Soni Corrêa e Campos Verdes

20 de Julho de 2020 - 17h35 Corrigir A + A -
O produto utilizado é liberado pela Anvisa e é um dos recomendados pelo Ministério da Saúde no Protocolo de Tratamento do novo coronavírus. (Foto: Divulgação - DP)

O produto utilizado é liberado pela Anvisa e é um dos recomendados pelo Ministério da Saúde no Protocolo de Tratamento do novo coronavírus. (Foto: Divulgação - DP)

O domingo (19) foi dia de sanitização dos bairros Navegantes e Balneário, em São Lourrenço do Sul, medida preventiva ao coronavírus. O trabalho que iniciou às 14h seguiu até as 3h15min, desta segunda-feira (20), totalizando 81 quadras com sanitização completa dos dois bairros. Nesta tarde, a sanitização será na Lomba, Medianeira, Moliano Crespo, Soni Corrêa (da XV de Novembro em direção a Moliano Crespo) e Campos Verdes. A ação é da Prefeitura com apoio de Afubra e Alvorada/John Deere.

A sanitização de ruas da cidade iniciou no fim de semana passado pela área central e avenida Nonô Centeno e agora está sendo realizada nos bairros. Foi realizada no sábado na Barrinha e área Sul do Centro, no domingo no Navegantes e Balneário e terá sequência nesta semana. Para isso, é utilizado o quaternário de amônio devidamente diluído em água. Este produto é liberado pela Anvisa e é um dos recomendados pelo Ministério da Saúde no Protocolo de Tratamento do novo coronavírus. Já foi utilizado em várias cidades e não tem efeito colateral para pessoas e animais. Além de não ser tóxico, não representa risco de manchas ou corrosão.

Na terça-feira, a partir das 13h, a sanitização ocorrerá nos bairros Sete de Setembro, Santa Terezinha, Arthur Kraft, Camponesa, Fiorame, Nova Esperança e ruas laterais da avenida Nonô Centeno. Na quarta-feira, a partir das 13h, no Boqueirão, Boa Vista e Reserva, locais do interior com características urbanas.

Apesar de não haver toxidade, pede-se que nestas áreas, casas e estabelecimentos comerciais fiquem fechados e as pessoas e a animas afastadas das calçadas. Os estabelecimentos essenciais podem reabrir após 2 horas da sanitização em sua frente. Deve-se também evitar deixar os carros nas ruas nestes locais para que o trabalho seja melhor realizado. 

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados