Pandemia

Atividades presenciais na Furg seguem suspensas por mais 90 dias

Medida foi tomada após a atualização do plano de contingência da instituição de ensino

25 de Junho de 2020 - 13h42 Corrigir A + A -
Além da decisão de suspensão das atividades presenciais até setembro, o Comitê também realizou a atualização da descrição dos grupos de risco.(Foto: Divulgação Furg)

Além da decisão de suspensão das atividades presenciais até setembro, o Comitê também realizou a atualização da descrição dos grupos de risco.(Foto: Divulgação Furg)

As atividades presenciais na Furg continuam suspensas por mais 90 dias. A decisão foi tomada após reunião do Comitê de Monitoramento do Coronavírus (Covid-19) da instituição que atualizou o Plano de Contingência da universidade, disponível abaixo. Além da decisão de suspensão das atividades presenciais até setembro, o Comitê também realizou a atualização da descrição dos grupos de risco.

 Para o vice-reitor, Danilo Giroldo, presidente do Comitê, a realidade de Rio Grande e dos demais municípios onde a Furg tem campus, não possibilita a retomada das atividades acadêmicas, eventos e atividades extracurriculares presenciais pelos próximos meses, mesmo respeitando o distanciamento controlado. “Pela avaliação técnica do Comitê foi possível concluir que não é viável realizar atividades presenciais nos próximos meses. Essa percepção não era evidente um mês e meio atrás, mas hoje, com melhores evidências científicas disponíveis, temos a clareza de que essa retomada não é adequada”.

Outra atualização é sobre a descrição dos grupos de risco. Segundo Giroldo, as características de quais grupos têm maior probabilidade de desenvolver o quadro mais grave da doença foi revisto e esse ponto também foi considerado pelo Plano de Contingência da Furg. “O trabalho do Comitê é detalhado e bastante responsável, porém as certezas são provisórias, e por isso a importância dessas atualizações conforme vamos percebendo com mais clareza a evolução da Covid-19 no município de Rio Grande e também nas demais cidades onde a FURG está presente”.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados