Projeto

Assinado contrato de revitalização do Porto Histórico

Projeto terá aporte de R$ 2,5 milhões do Governo do RS e contrapartida de R$ 450 mil da prefeitura

18 de Janeiro de 2022 - 21h08 Corrigir A + A -

A tão sonhada revitalização do Centro Histórico e do Porto Velho do Rio Grande em breve deve começar a se tornar realidade. Na manhã desta terça-feira (18), o vice-prefeito Sérgio Webber esteve em Porto Alegre para assinatura do contrato de liberação de verbas do programa Avançar no Turismo, do qual Rio Grande foi contemplado para execução da proposta “Revitalização do Porto Histórico”. O investimento total será de mais de R$ 3 milhões, sendo cerca de R$ 450 mil como contrapartida da prefeitura e o restante liberado pelo governo estadual.

Com a assinatura, Prefeitura, Portos RS e o Governo do Estado começam a preparar a execução do projeto, que dará cara nova à região da rua Riachuelo, visando proporcionar à comunidade e visitantes novas oportunidades econômicas, culturais e turísticas, valorizando o contexto histórico da cidade mais antiga do estado e a sua íntima relação com as águas da Lagoa dos Patos.

OPORTUNIDADE DE DESENVOLVIMENTO

Representando o prefeito Fábio Branco, Webber participou do ato em Porto Alegre, quando foram anunciados os investimentos para o projeto de Rio Grande e de outros 15 municípios gaúchos. “É um dinheiro certo, destinado para criar uma ótima oportunidade de desenvolvimento”, diz.
O prefeito Branco explica que toda a proposta foi desenvolvida em parceria com a Portos RS é dividida em etapas para viabilizar sua execução. A reformulação da rua Riachuelo servirá, então, como um modelo inicial para alavancar o andamento das fases posteriores.

“Vamos começar a tirar do papel aquilo que é de responsabilidade da Prefeitura para dar início ao processo. São ações que vão qualificar a condição da rua e a mobilidade urbana, também melhorando e embelezando o centro histórico. Automaticamente, isso acelera o processo de implantação das outras etapas”, afirma.

Sobre a revitalização, Branco destaca que o objetivo principal é aproveitar aquilo que é uma vocação de Rio Grande, a relação com as águas. “Queremos que esse espaço possa ser transformado em local de entretenimento, de cultura, de gastronomia e, principalmente, que a comunidade se vire para as águas, que é o que temos de mais belo”, avalia.

Também é intenção do Executivo Municipal estabelecer o Porto Histórico como um dos principais pilares do desenvolvimento turístico do município. “Ele se junta aos Molhes da Barra que já foi contemplado com o projeto Iconicidades e com as ações que nós estamos planejando para o profissionalismo do turismo. Além disso, esse ano nós vamos trabalhar com um grande programa sobre a economia do mar e o turismo é um dos pilares desse processo”, comenta o prefeito.

PRÓXIMOS PASSOS

Com todos os projetos executivos já concluídos, o município agora aguarda a transferência dos valores do governo estadual para iniciar os processos de licitação para a execução das obras. A expectativa é de que os recursos sejam liberados até o final de janeiro.

O PROJETO

O contrato assinado trata da área denominada “setor leste” do Porto Histórico, que contempla a rua Riachuelo e região. Visando a implantação do conceito de “Rua Completa”, o projeto prevê intervenções urbanísticas para alavancar o setor econômico e potencializar o desenvolvimento turístico da cidade e região. Para isso serão realizadas várias alterações urbanísticas para qualificar a área.

Veja, abaixo, alguns dos principais destaques da proposta para o local:

• Novas áreas verdes e espaços de lazer e contemplação;
• Novo Calçadão;
• Implantação de nova iluminação pública;
• Tráfego em sentido único, ciclovia e acessibilidade universal;
• Bicicletário;
• Praça das velas;
• Marina pública;
• Cais do Porto Histórico
• Terminal e píer para a balsa;
• Revitalização dos armazéns para utilização como museus, praça de alimentação, áreas comerciais e espaços multiuso;
• Anfiteatro;
• Bares e restaurantes à beira da lagoa;
• Revitalização dos casarões históricos no lado oposto da rua;
• Casa do pescador;
• Estacionamentos.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados