Bloqueio

Asfalto cede na BR-471 e Santa Vitória do Palmar e Chuí ficam isolados do Estado

Equipes do Dnit trabalham no local e trânsito deve ser normalizado somente neste sábado

24 de Janeiro de 2020 - 07h41 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

O desnível no asfalto foi percebido ainda na madrugada. (Foto: Divulgação PRF)

O desnível no asfalto foi percebido ainda na madrugada. (Foto: Divulgação PRF)

Equipe do Dnit está no local para tentar resolver o problema. (Foto: Divulgação PRF)

Equipe do Dnit está no local para tentar resolver o problema. (Foto: Divulgação PRF)

* Atualizada às 17h21min para acréscimo de informações

Desde as primeiras horas da sexta-feira (24), a BR-471, no quilômetro 537, está totalmente bloqueada devido ao asfalto que cedeu sobre um canal de drenagem na região da Estação Ecológica do Taim. Com isso, os municípios de Santa Vitória do Palmar e do Chuí estão isolados do restante do Rio Grande do Sul e do Brasil. Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) permanecem no local e técnicos avaliam a possibilidade de desabamento. A empresa terceirizada pela manutenção do trecho já enviou máquinas que trabalham na pista e devem continuar a intervenção na madrugada de sexta para sábado. 

O trânsito deve ser normalizado somente somente na manhã deste sábado, conforme informações da PRF. Durante a noite e madrugada, a polícia deve adotar o procedimento de liberar o trânsito em meia pista em 30 minutos a cada duas horas de serviço. No final da tarde desta sexta, a fila de veículos no local ultrapassava de um quilômetro. A estimativa inicial era normalizar o trânsito ainda na tarde da sexta-feira. A orientação da PRF é evitar a pista até que o trânsito seja devidamente normalizado. 

Segundo agentes da PRF, se formaram filas de veículos em ambos os sentidos. A rodovia é uma das principais rotas entre Brasil e Uruguai. Não há desvios próximo do local. A alternativa, seja para retornar às cidades do extremo sul ou para sair em direção ao Brasil são através de um caminho por dentro do Uruguai. O acesso é por Jaguarão e pal BR-116. 

A empresa Embaixador suspendeu a linha e enviou uma equipe ao local para verificar a situação e buscar alternativas. 

Reflexos

Uma das áreas afetadas é a saúde. Tanto uma cidade como a outra realizam procedimentos diários seja em Rio Grande ou Pelotas. Motorista da ambulância do município do Chuí há sete anos, Silmar Rodrigues conta que é a primeira vez que o problema acontece. “A gente saiu às quatro horas da manhã do Chuí num veículo. A ambulância estava em Pelotas para manutenção. Agora teremos que retornar pelo Uruguai”, comentou ele, na sede da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), que auxiliou servidores dos municípios isolados. 

Para retornarem para casa, foi necessário providenciar o seguro carta verde e documentos para atravessar os órgãos de controle de imigração. Pela manhã, o prefeito Marco Antônio Velasques (DEM) informou que, no verão, o fluxo da rodovia chega a superar os cinco mil veículos por dia. 

O prefeito de Santa Vitória do Palmar, Wellington Bacelo (MDB), comentou que durante a manhã os pacientes conseguiram atravessar o local. Uma das alternativas pensadas pelo prefeito foi de levar os pacientes até o local, que seria atravessado a pé, e continuar a viagem em outro veículo. . "O grande problema são os pacientes que estão internados na Santa Casa e precisam ser removidos para outros municípios. Então estamos em tratativas com o Dnit para que uma ambulância consiga atravessar durante o período de conserto da pista". Outra questão abordada pelo prefeito Bacelo é com o turismo, uma vez que essa época do ano, cerca de 20 mil veículos passam pela aduana. 

Alternativa

Motoristas, principalmente transportadores de Santa Vitória do Palmar e do Chuí fazem o desvio por Jaguarão, um percurso que aumenta em 2h30min a viagem. São ao todo 360 quilômetros que corresponde 5h35min (dependendo do horário da balsa em General Enrique Martínez), sendo que o normal são 2h45min no trajeto normal.

De acordo com o chefe da 7ª Delegacia da PRF, inspetor Fabiano Goia, para usar a rota alternativa, será preciso tirar o seguro "Carta Verde" para estarem adequados à legislação internacional.

Confira a rota:

1. Siga na direção sudoeste para a R. João de Oliveira Rodrigues
2. Vire à esquerda na R. João de Oliveira Rodrigues
3. Na rotatória, pegue a 1ª saída para a Av. Bento Gonçalves
4. Curva suave à direita na BR-471
5. Entre na rotatória
6. Chegar ao local: Chuí
7. Siga na direção sul para a R. Samuel Priliac
8. Saia da rotatória para BR-471
9. Vire à direita na Av. Uruguay
10. Continue para Trajeto 19
11. Curva acentuada à direita na Trajeto 15
12. Vire à direita na De las Tropas/Trajeto 15
13. Vire à esquerda na Av. Treinta y Tres
14. Pegue a balsa General Enrique Martínez
15. Continue em frente
16. Vire à esquerda na Cnel. Joaquin Machado
17. Vire à direita na Av del Puerto
18. Vire à direita na Baron de Río Branco/Av del Puerto
19. Vire à direita na Av del Puerto/Dr Jose Ellauri
20. Vire à esquerda na Av del Puerto
21. Vire à direita na Sarandi
22. Vire à direita na Ruta 18
23. Mantenha-se à direita para continuar na Ruta 18
24. Curva suave à direita na Gral. Leandro Gómez
25. Vire à direita
26. Vire à esquerda
27. Vire à direita na Jose Hilario Uriarte
28. Vire à direita na Joaquín de Paz
29. Vire à esquerda em direção à Juan Silva
30. Vire à direita na Juan Silva
31. Vire à esquerda na Rodney Arismendi
32. Vire à direita na Santos Borba
33. Chegar ao local: Rio Branco
34. Siga na direção noroeste na Santos Borba em direção à Rodney Arismendi
35. Vire à direita na Rodney Arismendi
36. Vire à esquerda na Dionisio Coronel
37. Vire à direita na Puente Internacional Barón de Mauá
38. Continue em frente para permanecer na Puente Internacional Barón de Mauá
39. Vire à direita na BR-116
40. Na rotatória, pegue a 1ª saída e mantenha-se na BR-116
41. Na rotatória, continue em frente na BR-116/BR-392/BR-471
42. Na rotatória, pegue a 2ª saída e mantenha-se na BR-116/BR-392/BR-471
43. Saia da rotatória para BR-116/BR-392/BR-471
44. Mantenha-se à direita para continuar na BR-116/BR-392/BR-471
45. Pegue a saída para a Avenida Presidente João Goulart
46. Vire à direita para permanecer na Av. Pres. João Goulart
47. Na rotatória, continue em frente e mantenha-se na Av. Pres. João Goulart
48. Na rotatória, pegue a 3ª saída para a Av. Bento Gonçalves
49. Saia da rotatória para Av. Bento Gonçalves
50. Vire à direita na R. Andrade Neves
51. Vire à esquerda na R. Maj. Cícero de Góes Monteiro
52. Chegar ao local: Pelotas
Para o melhor trajeto no trânsito atual, acesse https://maps.app.goo.gl/B4QhgfShdx6QpbAn8

 

Propriedade intelectual do Jornal Diário Popular

Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados