Tradicionalismo

As alternativas para celebrar a tradição

Cidades da Zona Sul se organizam para as festividades Farroupilhas e duas confirmam desfiles com cavalarianos para o 20 de Setembro

14 de Setembro de 2021 - 12h20 Corrigir A + A -
Celebração. Maioria dos municípios optou por ainda não retomar
as tradicionais atividades presenciais. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Celebração. Maioria dos municípios optou por ainda não retomar as tradicionais atividades presenciais. (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Aberta oficialmente na segunda-feira (13), a Semana Farroupilha deste ano será realizada de forma adaptada devido às restrições. Mesmo que ainda com atividades reduzidas, já foi possível avançar um pouco em relação ao ano passado, quando foi necessário cancelar as comemorações por conta do momento crítico da pandemia. Na Zona Sul, entidades tradicionalistas estão se organizando para manter acesa a chama da tradição. Canguçu e Rio Grande contarão com o desfile de cavalarianos.

Em Pelotas, as comemorações iniciaram no último domingo com a abertura da 5ª edição da Gincana da Paz, que consiste na realização e no estímulo a ações solidárias, como doação de sangue, arrecadação de agasalhos e alimentos, entre outras. Este ano também estão sendo confeccionadas refeições para comunidades carentes de Pelotas e Turuçu. Durante todo o mês de setembro serão distribuídas 1.150 refeições. A ação, que está incluída na 2ª edição da Temporada Gastronômica de Pelotas, é organizada pela 26ª Região Tradicionalista em parceria com Cavaleiros da Costa Doce e a Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti).

No dia 16, às 9h, ocorrerá a geração da Chama Crioula na Estância do São José do Piratini, no Capão do Leão. O evento será restrito, apenas com a participação de 50 cavalarianos, que, na sequência, irão distribuir a chama para os municípios de Turuçu, Arroio do Padre, Capão do Leão e Morro Redondo. Para o dia 17 de setembro está programado, para as 13h, um ato na praça Coronel Pedro Osório, em frente à prefeitura. No mesmo dia, às 14h, será realizada no CTG Os Farrapos uma sessão solene promovida pela Câmara de Vereadores para a entrega da Comenda João Simões Lopes Neto, que este ano irá homenagear Paulo Pedrozo e Zala Teixeira, personalidades que se destacaram em atuações voltadas às tradições gaúchas.

O retorno dos desfiles

Apenas dois municípios da Zona Sul irão realizar os tradicionais desfiles de 20 de Setembro. Em Canguçu, cerca de 300 cavalarianos deverão percorrer a rua General Osório a partir das 10h. Por conta dos protocolos de distanciamento, a preferência é que o público acompanhe o evento do carro ou da calçada, apenas com familiares. Os tradicionalistas também irão percorrer algumas ruas e bairros da cidade, fazendo com que as celebrações cheguem ao máximo de pessoas, sem gerar aglomerações.

Ainda entre as festividades, a cada dia uma entidade realiza a ronda da chama. Além de fazer a guarda deste símbolo, são realizadas atividades como shows e jantares, ainda sem as tradicionais invernadas artísticas. As comemorações ocorrem de forma híbrida, dependendo da organização de cada Centro Tradicionalista. A prefeitura do município disponibilizou um espaço e os equipamentos necessários para a realização das apresentações virtuais nos dias em que as rondas não forem presenciais.

Em Rio Grande, a prefeitura e as entidades tradicionalistas também estão se preparando para realizar o desfile dos cavalarianos. A informação foi confirmada por telefone na tarde de ontem pelo prefeito Fábio Branco (MDB). No entanto, não foram divulgadas mais informações. A reportagem do Diário Popular buscou contato por ligações e mensagens com o chefe do Executivo rio-grandino, pedindo detalhes das festividades na cidade, mas até o fechamento desta edição não houve retorno.

Outras cidades da região

Em Piratini, devido aos protocolos, a prefeitura apostou em uma programação diferenciada. Uma parceria com restaurantes da cidade irá proporcionar aos turistas um pouco das comemorações Farroupilhas, tendo no cardápio comidas típicas. Desde segunda, até o dia 20 de setembro, também ocorre a exposição de fotos “Olhares por Piratini”. As imagens que resgatam a história do município podem ser vistas pelo público das 14h às 17h no Museu Municipal Barbosa Lessa. No dia 16 será realizado um “jantar-show” para arrecadar fundos ao CTG 20 de Setembro. Serão disponibilizadas 60 mesas, de acordo os protocolos sanitários, e os ingressos podem ser comercializados diretamente na sede da entidade.

A cidade também contará com atividades online. De 18 a 20 deste mês, o público pode acompanhar a transmissão de webséries diretamente na página do Facebook da prefeitura. Para o dia 19 está programada uma live com músicos locais, a partir das 19h, também na página do Executivo (facebook.com/prefeiturapiratinirs). Assim como ocorreu em 2020, este ano a primeira Capital Farroupilha não contará com os desfiles tradicionalistas.

A abertura dos festejos ocorreu na segunda em São Lourenço do Sul, com a entrega da Chama Crioula ao prefeito Rudinei Harter (PDT). A programação na cidade é organizada pelos CTGs Galpão da Peonada e Sepé Tiarajú, que contarão com uma extensa programação de atividades, incluindo a realização de shows. As festividades serão realizadas diariamente a partir das 19h e ocorrerão nos próprios Centros Tradicionalistas, respeitando 40% do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI). Haverá, ainda, a comercialização de jantares, que podem ser adquiridos na hora e no local que está promovendo o evento. O município também não terá desfiles de cavalarianos.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados