Desenvolvimento

Startups da região se reúnem em Pelotas

Parque Tecnológico recebe o evento “Inova Cuca”, para aproximar empresas de analistas e desenvolver parcerias

29 de Novembro de 2021 - 09h28 Corrigir A + A -

Por: Fernando Rascado
esporte@diariopopular.com.br

Primeiro dia já terá a participação de headhunters de inovação tecnológica (Foto: Divulgação)

Primeiro dia já terá a participação de headhunters de inovação tecnológica (Foto: Divulgação)

Entre esta segunda (29) e terça-feira o Pelotas Parque Tecnológico (PPT) será sede do 2º Encontro de Startups da Região Sul. Chamado de Inova a Cuca, o evento busca promover as reuniões das startups da região de forma que se possa analisar cada uma e ver em que etapas estão os processos, para que se crie um plano estratégico no futuro visando o desenvolvimento regional.

De acordo com uma das organizadoras, e também palestrante, Tathiana Moreira, o Inova Cuca é essencial para aproximar as startups da região do setor mais estruturado do mercado, como as grandes indústrias e comércios, as redes e possíveis investidores.

“As startups vão apresentar seus planos, produtos, objetivos em três minutos. Dois minutos posteriores serão abertos para uma rodada de perguntas de cinco especialistas na área. São três especialistas em headhunters da área de inovação tecnológica, uma do Sebrae e outro do comércio”, explica.

O encontro tem como principal objetivo aproximar as startups de analistas para um possível desenvolvimento e parceria com empresas maiores. A ideia é que depois do evento algumas dessas startups sejam selecionadas com potencial de mercado para procurar investidores e conversar com empresas, de forma a abrir novos desafios.

A divulgação em torno do Inova Cuca foi feita em todas as universidades da região e também nas incubadoras para que incubados e pré-incubados pudessem fazer a sua classificação e apresentar os pitchs - um breve histórico do que a empresa está desenvolvendo no momento e um possível potencial de mercado.

A dinâmica do encontro será primeiro com as apresentações dos pitchs e depois as startups inscritas receberão uma análise feita pelos headhunters e pela associação, o feedback da apresentação e a possível chance de mercado. Na sequência, todos serão chamados, um por um, para ouvirem dos especialistas os pontos fortes e fracos, e quais as chances de mercado. Assim será trabalhado um acompanhamento para quem precisa de mais dedicação, para quem está menos desenvolvido ou indo por um caminho errado.

Tathiana espera que o encontro seja de grande aprendizado para todos. “Para o dia 29 [hoje] teremos as apresentações dos pitchs de cada empresa. Já para o dia 30 [amanhã] eu trouxe dois headhunters online - o Dimas Facioli, que só trabalha com agronomia e é um headhunter de CEO de grandes corporações, e o Celso Ienaga, que é um headhunter de startup, hoje um dos mais famosos do Brasil. Eu fiz questão de trazer os meus conhecidos de São Paulo justamente para apresentar para essa turma que participará do evento que o mundo pode ser muito maior do que eles pensam”, aponta.

Programação

Hoje

Rodada de negócios com apresentação de pitchs das startups com a participação de headhunters de inovação tecnológica.

Amanhã

Palestras

Inovação de Cima para Baixo, com Dimas Facioli (diretor da Facioli Consultorias - SP)

O Desafio de Inovar e Empreender para Transformar, com Celso Hiroo Ienaga (sócio e fundador da Dextron Consultorias - SP)

Como Alavancar a Inovação com a utilização de Incentivos Fiscais (Lei do Bem), com Tathiana Moreira (Projeto Startup Lab - RS)

Alternativas de Interação Universidade-Empresa, com Vinícius Farias Campos - (INOVA/UFPel - RS)

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados