Tecnologia

Professora da Católica integra diretoria do Parque Tecnológico

Docente dos cursos de tecnologia é a responsável por área que avalia novos empreendimentos, além de acompanhar incubados

21 de Dezembro de 2021 - 18h21 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Alexandra assumiu a Diretoria de Projetos e Empreendimentos (Foto: Divulgação - DP)

Alexandra assumiu a Diretoria de Projetos e Empreendimentos (Foto: Divulgação - DP)

Formada por representantes da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Instituto Federal Sul-Riograndense (IFSul) e Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a Diretoria Técnica - Científica do Pelotas Parque Tecnológico ganhou uma nova integrante em 2021. A professora da Católica, Alexandra Zimpeck assumiu a Diretoria de Projetos e Empreendimentos.

Responsável pela área que avalia a capacidade técnico-científica dos empreendimentos com intenção de ingressar no Parque, além de fazer um controle periódico das empresas que já são residentes, a professora explica que, também, acompanha os projetos já  desenvolvidos pelas empresas, destacando pontos positivos e dificuldades encontradas. “Quando necessário, também são indicados profissionais ou instituições que possam ajudar nos desafios enfrentados pelas empresas”, explica Alexandra que acredita estar fomentando conhecimentos, ideias e projetos para impulsionar ainda mais o desenvolvimento científico, tecnológico e social de Pelotas, e também da UCPel.

Além da docente da Catolica, compõem a diretoria do Parque Tecnológico: o professor Edgar Mattarredona do IFSul -  coordenador da área, e o professor Tiago Primo - diretor de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico.

Projetos para 2022

A docente da Católica adianta que alguns novos projetos serão colocados em prática no ano que vem, iniciativas que terão participação dos alunos dos cursos de tecnologia da UCPel junto com empresas do Parque. Entre as propostas, ela cita o projeto "Cidade Inteligente" que busca soluções tecnológicas para melhorias de serviços em diversos setores do município. “Também temos algumas ideias visando expandir o uso da tecnologia na área da saúde”, afirma a professora Alexandra.

Formação e docência

Engenheira de Computação pela Universidade do Rio Grande (FURG), a professora Alexandra Zimpeck é mestre e doutora em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Na UCPel ela é docente em todos os cursos de tecnologia: Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Redes de Computadores, 

Gestão em Tecnologia da Informação, além do Mestrado em Engenharia Eletrônica e Computação (MEEC).

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados