DP Tech #8

Pelotas Parque Tecnológico e incubadora Ciemsul: cases de sucesso de empresas incubadas

Conheça o relato de empreendedores que começaram seus projetos na incubadora e que hoje estão consolidados em suas áreas de atuação

21 de Outubro de 2021 - 07h20 Corrigir A + A -

Por: K2. – Assessoria e Comunicação Digital

contato@k2ponto.com.br

Imagem: reprodução

Imagem: reprodução

No DP Tech #8, a apresentadora Rogéria Ferreira conversou com Fábio Castro Neves (coordenador do Centro de Incubação de Empresas da Região Sul - Ciemsul); João Carlos Sehn (proprietário da empresa DERSEHN), Ricardo Contreira (fundador da pré-incubada Busca Breja) e Ramiro Martins (co-fundador da empresa graduada Fácil Consulta).

Leia a seguir os resumos das entrevistas.

Fábio Castro |Ciemsul

A rodada de conversas começou com Fábio Castro Neves, coordenador da Ciemsul, que é a incubadora da UCPel.

 No encontro, Fábio disse que o Pelotas Parque Tecnológico foi um projeto não de uma universidade, mas da cidade de Pelotas.

Segundo Fábio, a Ciemsul contou com o entrosamento de várias universidades e do poder público municipal para alcançar o seu objetivo: promover o crescimento da região e, principalmente, das pessoas empreendedoras, que são quem fomentam o crescimento regional ao criar empregos e gerar renda.

A Ciemsul foi a primeira incubadora do Rio Grande do Sul, criada em junho de 2000 para motivar e incentivar o empreendedorismo – inicialmente dos alunos da UCPel, sendo que foi ampliada e diversificada ao longo dos anos. 

Fábio ainda frisou que, mesmo que o empreendedorismo possa ser modelado pelo apoio das incubadoras, também é necessária a garra, a vontade de fazer acontecer e, principalmente, a tenacidade do empreendedor, aquela determinação de contornar todas as dificuldades e de acreditar na sua ideia e no seu potencial.

 João Carlos Sehn | DERSEHN

O economista João Carlos Sehn fez um breve resumo da sua trajetória e de como foi criada a DERSEHN, a primeira empresa graduada na Ciemsul.

João Carlos contou que era funcionário da Caixa Econômica Federal (CEF) e, um dia, vendo um eletricista consertando a rede elétrica na sua sala, ficou surpreso com o emaranhado de fios totalmente confuso.

Ao questionar o técnico sobre a situação, foi informado que aquele era o único modo de fazer ligações elétricas. Inconformado, João Carlos começou a pensar numa forma de simplificar e organizar aquele caos.

Em 2001, quando a CEF lançou a proposta da demissão voluntária, ele resolveu que era a hora de criar a solução para as instalações elétricas. Assim, começou a pesquisar com engenheiros e eletricistas sobre como poderia criar uma forma de facilitar e organizar as redes elétricas.

Para o apoio técnico, João Carlos procurou a Ciemsul, onde encontrou todo o respaldo que precisava para tornar realidade o seu projeto: a otimização da distribuição e contenção de fuga elétrica, proporcionando economia de consumo.

Hoje, sua empresa é um sucesso, com renome nesse nicho do mercado.

Ricardo Contreira | Busca Breja

Ricardo Contreira explicou que a pré-incubadora é o local onde se forma a empresa nascente, e que essa é a fase de estudo da ideia inicial de um projeto, onde se analisa a viabilidade de sucesso.

Ricardo explicou que a plataforma Busca Breja é um canal de busca por cervejas que apresenta quase todas as possibilidades de serviços e produtos relacionados.

A ideia surgiu numa noite em que faltou cerveja e ninguém queria sair para buscar. Daí Ricardo se deu conta que faltava um site de busca de bebidas e outros produtos. Assim, começou a desenvolver a ideia com a ajuda do Pelotas Parque Tecnológico, através da UCPEL.

O empreendedor salientou que o Parque teve relevante importância no seu projeto porque, pela experiência vivenciada lá dentro, muitos erros foram evitados, pela simples observação e aprendizagem com as falhas já cometidas por outras empresas.

Além disso, houve o incentivo constante de todos os envolvidos, sejam colegas de outras empresas nascentes ou do apoio técnico das incubadoras dentro do Parque. 

Ramiro Martins | Fácil Consulta

Ramiro Martins explicou que a Fácil Consulta é uma plataforma que conecta pacientes a médicos e médicas, com o intuito de indicar aos usuários informações sobre consultas particulares com os melhores preços.

A ideia surgiu no curso que fazia na UCPel, onde, juntamente com um colega, apresentou o projeto como trabalho de conclusão.

Ramiro comentou que a sua empresa passou por todos os processos de pré-incubação e incubação, até finalmente ser graduada (aprovada para alçar voo por conta própria).

Ramiro contou com o apoio da incubadora Ciemsul, que colaborou com apoio jurídico, organizacional e espaço físico. Hoje, a empresa tem 3 sócios e 20 colaboradores.  

__

Assista à 8ª edição do DP Tech aqui


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados