Projeto

Parque Tecnológico recebe Laboratório de Criatividade

O espaço terá 66 metros quadrados e permitirá o desenvolvimento de projetos criativos, empreendedorismo e inovação

26 de Agosto de 2021 - 13h12 Corrigir A + A -
O projeto é inédito na região e um dos únicos no estado, com base no conceito de Fab Labs

O projeto é inédito na região e um dos únicos no estado, com base no conceito de Fab Labs

O Pelotas Parque Tecnológico (PPT) começou a implantação do Criar-Lab - Laboratório de Criatividade e Inovação, apoiadas pela IA - Inteligência Artificial. O projeto é inédito na região e um dos únicos no estado, com base no conceito de Fab Labs, onde as ações se conectam a uma comunidade mundial de empreendedores, alunos, educadores, técnicos, pesquisadores, fabricantes e inovadores em mais de 70 países.

O espaço terá 66 metros quadrados e permitirá o desenvolvimento de projetos criativos, empreendedorismo e inovação. O laboratório foi viabilizado por emenda parlamentar do senador Lasier Martins, direcionada ao Ministério de Ciências, Tecnologia e Inovação, com contrapartida da prefeitura de Pelotas.

Visando à elaboração de oficinas, mentorias e inventividades com materiais e tecnologias desenvolvidas através da Inteligência Artificial, o Criar-Lab será espaço de expressão da criatividade da comunidade na forma de protótipos e produtos que contribuam com Pelotas e a região.

O projeto beneficiará estudantes, professores, startups, empresas incubadas e empresas residentes no Pelotas Parque Tecnológico, podendo ser utilizado por cinco mil docentes de ensino básico e superior, 80 mil estudantes de ensino básico e superior, 165 escolas de ensino básico, 44 startups, cinco instituições de ensino superior e demais empreendimentos interessados.

O repasse através da emenda parlamentar será de R$ 250 mil, ao qual serão somados R$ 21.570,82 de contrapartida municipal, totalizando investimento de R$ 271.570,82 até o próximo ano, possibilitando a instalação do laboratório.

Com o investimento, serão adquiridas 138 unidades de 62 equipamentos de filmagem, edição e iluminação inéditos na região, fazendo do Criar-Lab um centro de mídias aberto à comunidade de educação pública e voltado à criação de edição de conteúdos educacionais digitais.

O laboratório também atende a critérios de sustentabilidade em ações sociais e econômicas. Atualmente, os exemplos mais próximos do que será implementado no Criar-Lab estão em Porto Alegre, com o POALab e o FabLab Unisinos POA.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados