DP Tech #5

DP Tech entrevista os gestores da Candy Valley/Vouconstruir.net e Green Next

Na 5º episódio do DP Tech, Rogéria Ferreira conversou com Gabriel Terra Feron e Lucas Brasil Cardoso

11 de Outubro de 2021 - 15h23 Corrigir A + A -

Por: K2. – Assessoria e Comunicação Digital

contato@k2ponto.com.br

Imagem: reprodução

Imagem: reprodução

No DP Tech #5, a apresentadora conversou com o engenheiro civil, representante da Candy Valley e co-fundador da Vouconstruir.net, Gabriel Terra Feron, e com Lucas Brasil Cardoso, engenheiro da FURG e fundador da startup Green Next, focada no agronegócio.

 Fique a seguir com o resumo das entrevistas.

 Gabriel Terra Feron | Candy Valley / Vouconstruir.net

Durante a conversa com Rogéria, Gabriel explicou que a Candy Valley é uma entidade de ligação entre os participantes do ecossistema de inovação, o qual reúne empresas, startups e parques tecnológicos da Região da Costa Doce. A iniciativa busca interligar todo o sistema de inovação e criação, reunindo mais de 20 cidades nesse processo.

O nome Candy Valley, que significa Vale Doce, e tem sua origem na tradição pelotense, conhecida pelos seus doces. Hoje, a entidade trabalha com mais de 50 startups e mais de 500 pessoas envolvidas, além de parceiros como o SICREDI. 

Carinhosamente, o pessoal do Pelotas Parque Tecnológico fez uma campanha para a escolha da mascote, surgindo daí a Bit, uma formiguinha tecnológica que caracteriza a união e o convívio de trabalho, como em um formigueiro. 

Gabriel também é co-fundador da empresa Vouconstruir.net, que, literalmente, surgiu de um sonho.

A Vouconstruir.net funciona como uma intermediária para construção, fornecendo mão de obra especializada em quase todas as áreas, como pedreiros, pintores, eletricistas, vidraceiros etc. Todos os profissionais são selecionados por provas e serviços prestados, finalizando o processo com uma entrevista técnica.

Para os interessados em um orçamento, basta fazer uma consulta pelo site. 

A empresa nasceu dentro do Pelotas Parque Tecnológico e passou por todos os trâmites e etapas, desde a pré-incubada até o final do processo, e a meta é atingir outros mercados em outras cidades e imobiliárias. 

Lucas Brasil Cardoso | Green Next

Lucas explicou à Rogéria que a Green Next atua no segmento do agronegócio, com foco no processo de irrigação do arroz.

A Green Next trabalha em parceria com os produtores do grão, visto que a Região Sul produz 60% do arroz produzido no país. 

Por atender as necessidades diretas dos produtores, Lucas explicou que a Green Next atinge 100% de utilidade para os seus projetos, uma vez que todos eles visam resolver problemas já existentes na área.

Esse ano, a Green recebeu mais de R$500.000,00 em investimentos privados e de empresas aceleradoras, os quais serão usados para sua estruturação. 

A empresa começou em 2019 com apenas 4 integrantes, e hoje já conta com 10 colaboradores. Seu objetivo agora é alcançar o status de melhor plataforma de recursos hídricos do Brasil.

A Green Next foi representante da Candy Valley na competição nacional LIKE A BOSS, vencendo a etapa regional. Assim, deverá disputar a final em Florianópolis nos dias 14 e 15 de outubro.

Finalizando, Lucas salientou a importância das incubadoras e do Pelotas Parque Tecnológico, que possibilitou e incentivou a criação da sua empresa.

__

Assista à 5ª edição do DP Tech aqui


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados