Mais segurança

Zona rural volta a ter patrulhamento da GM durante a noite

Patrulha Rural da BM também intensificou o policiamento ostensivo na colônia e solicita aos moradores do campo que registrem os crimes

03 de Julho de 2020 - 14h51 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Patrulhamento Rural da BM ganhou viatura com GPS. (Foto: Divulgação BM)

Patrulhamento Rural da BM ganhou viatura com GPS. (Foto: Divulgação BM)

Demanda dos moradores do campo chegou à Câmara de Vereadores. (Foto: Divulgação)

Demanda dos moradores do campo chegou à Câmara de Vereadores. (Foto: Divulgação)

Prensa elétrica, freezer, fritadeira elétrica, botijão de gás, janelas e dois terneiros vivos, fora os animais abatidos. A lista é apenas uma parte dos objetos que foram roubados e dos animais carneados na zona rural de Pelotas em junho. Mesmo em meio à pandemia, os criminosos não dão trégua. Eles invadem propriedades na colônia e fazem verdadeiros estragos. No 7º Distrito, um morador teve todas as janelas da casa levadas por ladrões. A cobrança por mais proteção tem sido feita há tempos à Câmara de Vereadores de Pelotas. Esta semana, a Guarda Municipal anunciou o retorno do patrulhamento noturno.

A demanda é antiga. O vereador Éder Blank (PTB) entrou em contato com o comandante da GM, Igor Bretanha, solicitando o reforço na patrulha. Além das rondas à noite, há possibilidade de uma guarnição permanecer fixa no local, o que garantirá patrulhamento 24 horas, conforme Bretanha adiantou à reportagem. Ele comenta que o efetivo estava reduzido na colônia. “Desde o dia 1º deste mês, conseguimos aumentar esse número para prestar um atendimento mais abrangente para aquela comunidade”.

Bretanha explica que, por serem locais afastados, onde residências ficam a quilômetros de distância umas das outras, a maneira mais eficaz de estabelecer uma comunicação foi um grupo de WhatsApp, além, é claro, das denúncias pelo 153 de emergência. “A relação da GM com os moradores é bem próxima. As nossas guarnições fazem visitas nas residências, esclarecem dúvidas e prestam orientações de segurança às pessoas do campo.”

Estatísticas

Os dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado apontam outra realidade para a criminalidade na colônia. Em março deste ano foram seis casos de abigeato; abril não teve registro e maio apenas um. Em junho esse tipo de crime ainda não foi contabilizado. O Comando do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) elaborou para a reportagem um levantamento da criminalidade no período de 1º de julho de 2019 a 1º de julho deste ano (confira quadro) e, no período de um ano, foram 34 furtos/arrombamentos, 28 furtos qualificados, 18 abigeatos e 12 roubos a pedestres na zona rural. Em uma primeira avaliação, o comandante do 4º BPM, tenente-coronel Márcio André Facin, considera que os resultados estão na média, dentro do parâmetro. “Mas como nossa preocupação é com os crimes contra a vida, como roubo, não estamos satisfeitos, nem mesmo com os baixos índices apresentados, e vamos trabalhar em ações integradas.” Para Facin, mesmo no período de pandemia, é importante que as vítimas registrem boletim de ocorrência para a corporação traçar estratégias de ação.

GPS

Nos últimos tempos, o 4º BPM conseguiu colocar uma viatura nova que disponibiliza um telefone para contato. Essa viatura tem a localização controlada por GPS e os PMs recebem treinamento e condições de trabalho para atuar na área. “Nosso principal desafio é o de proporcionar real segurança para esta comunidade que tanto contribui na produção do nosso alimento de cada dia, fazendo com que o homem e a mulher do campo tenham a tranquilidade, sem a presença de criminosos em seu meio”, comentou.

O Batalhão tem aprimorado a comunicação com a comunidade rural, incentivando essas pessoas também a criarem sistemas de alertas por meio de redes sociais, como o próprio WhatsApp. “Tendo em vista a extensa malha de estradas, é imprescindível utilizar toda a tecnologia disponível no sentido de diminuir os índices criminais nessas regiões, sendo também importantíssima a manutenção do planejamento integrado que temos feito coletivamente entre todos os organismos que trabalham pela segurança pública na cidade.”

Diuturnamente, a Patrulha Rural realiza policiamento ostensivo. O contato com a guarnição pode ser realizado pelo telefone (53) 98428-6270 ou pelo 193.

Dados da BM

1º/7 de 2019 a 1º/7 de 2020 na Zona rural

Roubos
Roubo a pedestre - 2
Roubo a estabelecimento comercial - 4
Roubo a residência - 12
Roubo a transporte publico - 0
Roubo a veículo - 6

Furtos
Furto a pedestre - 6
Furto - arrombamento - 34
Furto de veiculo - 1
Furto em veículo - 1
Furto qualificado - 28
Outros furtos - 59
Abigeato - 18


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados