Morte violenta

Um homicídio e duas tentativas marcaram o sábado em Rio Grande

Rio Grande soma hoje 47 mortes violentas

15 de Maio de 2022 - 09h45 Corrigir A + A -

Luan Antônio Cardoso Soares, 25 anos, foi morto a tiro na noite de sábado (14), na rua 3, proximidades da lado da Upa da Junção. A princípio um disparo acertou a nuca de Luan, que morreu na hora. Segundo populares, os acusados de serem os autores do assassinato estariam em um Corsa sedan, de cor branca ou prata. Ele tinha antecedentes por tráfico, roubo seguido de morte, entre outros.

Tentativa de homicídio

Pouco antes do homicídio de Luan, policiais foram acionados para atender uma ocorrência de tiros no bairro Castelo Branco. Populares disseram que ocupantes de um Corsa, cor prata, com duas portas amassadas teriam disparado tiros, na rua P. Os policiais averiguaram mas não foi localizado o veículo. Neste meio tempo, foram informados que duas pessoas haviam procurado atendimento na UPA da Junção, vítimas de tiros.

Um deles foi alvejado no peito e o outro com um tiro de raspão em uma das nádegas. Ambos estavam conscientes Segundo relatado, eles estavam trabalhando quando foram chamados por três homens que estariam no interior do Corsa. O alvejado no peito tem antecedentes por tráfico, posse de droga e receptação de veículo. O outro tem antecedentes como menor infrator de atentado violento ao pudor.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados