Em alta

Tentativas de homicídio crescem em Pelotas em relação a 2021

Número é de 18 casos em 2022; neste mesmo período, no ano passado, eram 15 tentativas

02 de Maio de 2022 - 14h53 Corrigir A + A -
Até o final de março, 23 armas já tinham sido apreendidas  (Foto: Divulgação - DP)

Até o final de março, 23 armas já tinham sido apreendidas (Foto: Divulgação - DP)

Mais uma tentativa de homicídio entra para a estatística da Polícia Civil de Pelotas, com registro na rua Francisco Vieira da Cunha, bairro Fátima, em Pelotas, quando o motorista de um veículo, solicitou apoio de policiais militares porque estava conduzindo um homem, seu vizinho, ferido a tiros para o Pronto-Socorro. Pelo menos quatro disparos atingiram a vítima, nos pés, mãos e perna.

Segundo relatos de populares, um Fiat Uno, cor prata, com três homens parou em frente à casa da vítima, sendo que dois desembarcaram do carro já atirando em sua direção. Mais tarde, o Fiat, com placas de Porto Alegre, foi encontrado abandonado na avenida Juscelino Kubitscheck. Dentro do veículo foram encontrados um carregador com 17 munições de calibre 9mm, intactas. Em frente à casa da vítima foram localizados dez cartuchos de calibre 9mm deflagrados.

Ainda atendendo à ocorrência da tentativa de homicídio, os policiais foram chamados em razão de um tiroteio na avenida João Goulart, também no bairro Fátima. Ao chegar ao local, os participantes do tiroteio já haviam fugido. Mas com as características repassadas por testemunhas, localizaram um dos homens, que tinha em sua cintura uma pistola calibre 9mm, com dez munições intactas e com a numeração raspada. Enquanto isso, a Brigada Militar continua retirando armas de circulação. Em Pelotas, de janeiro a março deste ano, 23 armas foram apreendidas.

Números atuais
Segundo o delegado Félix Rafanhim, titular da Delegacia de Homicídios de Pelotas, o município contabiliza hoje 18 tentativas de homicídio no período de 1º de janeiro até o início da noite de ontem, com cinco homicídios consumados. No mesmo período do ano passado, foram 15 tentativas e oito consumados. Ele aponta que os consumados tiveram uma queda de aproximadamente 50% enquanto as tentativas aumentaram, porém ressaltou que não é possível apontar uma razão para este acréscimo.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados