Pandemia

Suspensão de visita presencial em presídios do Estado é mantida até dia 20

A Nota Técnica atualizada permite a abertura de cadastros de familiares de novos presos para a visita virtual ou entrega de sacolas

05 de Julho de 2020 - 19h35 Corrigir A + A -
As visitas foram suspensas no dia 23 de março em função da Covid-19. (Foto: Jô Folha - DP)

As visitas foram suspensas no dia 23 de março em função da Covid-19. (Foto: Jô Folha - DP)

Segue suspensa até o dia 20 deste mês a visita presencial nos presídios do Estado. A Seapen e a Susepe realizaram nova atualização da Nota Técnica 1/2020, prorrogando por mais 15 dias, a contar deste domingo (5). O novo prazo pode ser novamente prorrogado, dependendo da evolução da pandemia em território gaúcho.

As visitas presenciais no sistema prisional gaúcho foram suspensas em 23 de março, como forma de prevenção à disseminação do novo coronavírus. O prazo inicial era de 15 dias, mas foi prorrogado outras cinco vezes. Em 8 de abril, foi instituída a modalidade de televisita, como forma de mitigar o distanciamento ocasionado pela suspensão das visitas presenciais. O sistema já funciona em dois terços das casas prisionais do Rio Grande do Sul.

Além da prorrogação da suspensão das visitas, a nova atualização da NT abre a possibilidade de novos cadastramentos de visitantes (no momento apenas para a entrega de sacolas, ou visita virtual), para familiares de pessoas presas após o início da pandemia. E determina orientações rigorosas quanto à utilização de máscaras pelas pessoas presas, nas áreas comuns dos estabelecimentos penais.

De acordo com a 5ª Delegacia Penitenciária Regional, não há casos de Covid-19 entre os apenados e servidores. Apenas os agentes que estão no grupo de risco foram afastados do trabalho, mas conforme a regional, não chega a prejudicar o efetivo.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados