Água

Rio Grande tem apreensão de 700 quilos de pescado

Carga capturada irregularmente foi apreendida durante a operação Mar Profundo II nesta quarta-feira

21 de Outubro de 2020 - 23h55 Corrigir A + A -
Mestre da embarcação foi preso em flagrante pela Polícia Federal e liberado após pagamento de fiança (Foto: Divulgação - PF)

Mestre da embarcação foi preso em flagrante pela Polícia Federal e liberado após pagamento de fiança (Foto: Divulgação - PF)

Na tarde desta quarta-feira (21), uma ação conjunta entre a Polícia Federal, a Marinha do Brasil, a Brigada Militar, o Ibama e o ICMBio resultou na apreensão de cerca de 700 quilos de peixes capturados irregularmente em Rio Grande.

A embarcação, oriunda de Itajaí, Santa Catarina, foi flagrada praticando pesca em alto-mar, entre cem e 600 metros de profundidade, o que é proibido neste período devido à reprodução de espécies ameaçadas de extinção, como o Cherne e o Peixe-Batata, conforme a legislação. Entre as espécies capturadas, estão Abrótea e Congro.

O mestre da embarcação foi preso em flagrante pela Polícia Federal e liberado após pagamento de fiança. Ele foi indiciado pelo crime de pesca em local proibido (art. 34 da Lei 9.605/98) e responderá ao processo em liberdade. O homem também foi autuado administrativamente pelo Ibama, com multa no valor de R$ 72.4 mil. 

A carga será doada para o programa Mesa Brasil, do Sesc, que irá distribuir o pescado para instituições assistenciais do Rio Grande do Sul.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados