Crime

Rio Grande registra o primeiro feminicídio do ano

Maria Elisângela das Neves de Moraes estava trabalhando em uma granja no momento

17 de Setembro de 2019 - 10h44 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Atualizada às 19h15min para acréscimo de informações

Rio Grande registrou na noite da segunda-feira (16) o primeiro feminicídio do ano. O crime ocorreu no Taim e a vítima se chama Maria Elisângela das Neves de Moraes, de 35 anos. Ela estava trabalhando quando foi assassinada pelo atual marido.

De acordo com a investigação, os funcionários da granja em que Maria Elisângela trabalhava perceberam uma movimentação diferente no refeitório e, ao chegar lá, a viram de bruços coberta de sangue. Eles então a socorreram levando para a delegacia, mas a vítima já chegou sem vida por conta de ferimentos feitos com faca principalmente na região do pescoço.

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Rio Grande é quem investiga o caso “Estamos aguardando a necropsia, fazendo perícia e ouvindo funcionários da empresa e moradores das redondezas”, disse a titular do órgão, delegada Paula Aline Vieira Garcia, ao Diário Popular no fim da manhã.

Ao fim da tarde, foi apurado que o autor do crime foi o marido de Maria Elisângela, J.C.O.R. A prisão dele foi pedida pela Deam, que agora o procura. O órgão também apreendeu a arma utilizada no crime, além de outros objetos importantes para esclarecimento dos fatos.

Esse foi o primeiro feminicídio registrado em Rio Grande no ano de 2019. Em 2018, três casos ocorreram. Em 2017 não houve registros. Já em 2016, novamente três ocorrências.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados