Crime

Prisões movimentam o início do feriadão

Agentes da BM e GM fizeram ainda apreensões de armas e drogas

21 de Setembro de 2019 - 11h15 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Guarda Municipal capturou indivíduo em uma escola (Foto: Divulgação Guarda Municipal - Especial DP)

Guarda Municipal capturou indivíduo em uma escola (Foto: Divulgação Guarda Municipal - Especial DP)

Já no Monte Bonito, suspeito possuía armas, munições e drogas (Foto: Divulgação Brigada Militar - Especial DP)

Já no Monte Bonito, suspeito possuía armas, munições e drogas (Foto: Divulgação Brigada Militar - Especial DP)

Tanto a Brigada Militar, quanto a Guarda Municipal de Pelotas se deparam com situações de risco neste início de feriadão de 20 de setembro. As ocorrências resultaram em prisões e apreensões de armas e drogas.

Na tarde desta sexta-feira (20), duas ocorrências movimentaram a Guarda Municipal de Pelotas, na primeira a GM foi acionada para atender um caso de Maria da Penha no bairro Areal. Quando os guardas retornavam para residência da vítima para concluir o atendimento, foram alertados por populares que um homem havia pulado o muro da Escola Municipal Afonso Viseu, também no bairro Areal.

Ao chegar em frente à escola os agentes perceberam que o alarme do estabelecimento de ensino estava tocando. Logo visualizaram um homem no interior do prédio.

Apoio

Os GMs solicitaram apoio da guarnição da GM responsável pela área e que possuía a chave da escola, até a chegada do apoio o suspeito ficou cercado sem ter como fugir do educandário, com a chegada das outras equipes foi possível entrar na escola e capturar o indivíduo identificado como G.B.S. de 36 anos.

Após todos os procedimentos de praxe o G.B.S. foi encaminhado para exames médicos e, na sequência, levado para a delegacia de Polícia onde foi lavrado a ocorrência.


Tráfico e porte ilegal de arma de fogo

Também na tarde desta sexta-feira, policiais militares durante patrulhamento ostensivo pela Estrada da Pedreira, Monte Bonito, policiais da Brigada Militar abordaram um indivíduo que tinha em sua posse uma arma longa marca Rossi Calibre .28 sem numeração. Também foram encontrados cinco cartuchos calibre .28 intactos, sete cartuchos calibre .28 deflagrados, uma porção de maconha pesando 66 gramas, uma porção de cocaína pesando 52 gramas, um frasco de pólvora negra e R$ 543,00 reais em notas diversas. Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao acusado e encaminhado a UPA para exames e posterior DPPA onde foi autuado em Flagrante por Entorpecente Tráfico.

Já na madrugada deste sábado (21) agentes da BM lavravam ocorrência de porte ilegal de arma de fogo, após revista em dois jovens. O fato aconteceu na rua Direitos Humanos, no bairro São Gonçalo, por volta das 3h.

A guarnição estava de patrulhamento ostensivo na referida rua, quando viram M.K.C, 17, e E.M.C, 20, em um local conhecido como ponto de tráfico. Suspeitando de que algo ilegal estivesse ocorrendo, os policiais abordaram a dupla e os revistou.

Com M.K.C. foi encontrado um revólver da marca Rossi, com tambor emperrado, numeração não identificada e desmuniciado. Na revista pessoal, nada foi encontrado com E.M.C., que foi incluído como testemunha do caso.

Os jovens, irmãos por parte do pai, contaram que estavam em um bar da cidade, quando M.K.C. se distanciou da sua mochila, deixando-a sobre um muro próximo. M.K.C. afirmou que a arma não era sua, desconhecendo sua procedência. Os jovens levantaram a possibilidade de que o revólver tenha sido colocado por alguém, com algum propósito escuso.

Eles foram liberados e M.K.C., qualificado como menor infrator, foi entregue aos responsáveis legais para que, posteriormente, seja apresentado ao Ministério Público.

Suspeito detido em Arroio do Padre

Ainda na sexta-feira, a Brigada Militar de Arroio do Padre recebeu denúncias de um veículo Corolla cinza em atitude suspeita na área central deste município. Os policiais militares ao fazerem averiguações localizaram e identificaram o indivíduo de 32 anos, que tinha em sua posse uma porção pesando 17 gramas e um aparelho celular.

O veículo estava com licenciamento vencido e foi removido por guincho designado pelo Detran. Diante do fato o indivíduo recebeu voz de prisão e foi conduzido a UPA e posterior a DPPA.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados