Descoberta

PRF e Receita prendem traficante com mais de 100 quilos de MDMA, skunk e maconha

O motorista de Santa Catarina disse que a droga seria entregue no município

10 de Outubro de 2021 - 10h29 Corrigir A + A -
As drogas estavam no porta-malas do carro. (Foto: Divulgação PRF)

As drogas estavam no porta-malas do carro. (Foto: Divulgação PRF)

Na madrugada deste domingo (10), em uma abordagem na BR-116 em Pelotas, a Polícia Rodoviária Federal e a Receita Federal prenderam o motorista de um carro que transportava drogas.

Durante uma ação conjunta, os policiais deram ordem de parada ao motorista de um Argo com placas de Belo Horizonte. O homem, de 31 anos, é natural de Santa Catarina e tem extensa ficha criminal incluindo crimes como tráfico de drogas, atentado violento ao pudor e furto. Ele disse que vinha do seu estado para entregar encomendas em Pelotas.

Ao abrirem o porta-malas, os policiais descobriram que as encomendas eram 100 quilos de maconha e skunk e quatro quilos de MDMA. O homem foi preso em flagrante e conduzido com o carro e as drogas para a Polícia Federal em Pelotas.

O MDMA, conhecido por ecstasy, é uma metanfetamina produzida em laboratório. Com efeitos alucinógenos e estimulantes, pode causar a morte. Já o skunk é uma variedade de maconha modificada, com altíssima concentração de substância psicoativa. Ambas têm alto valor de revenda no mercado ilegal.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados