Investigação

PRF e PF fazem apreensão recorde de droga em Mato Grosso do Sul

As placas do caminhão Volvo que carregava 28 toneladas de maconha é de Pelotas

21 de Maio de 2020 - 11h11 Corrigir A + A -
O caminhão que transportava a carga tem placas de Pelotas. (Foto:Divulgação PRF)

O caminhão que transportava a carga tem placas de Pelotas. (Foto:Divulgação PRF)

As 28 toneladas de maconha estavam em uma carga de milho. (Foto Divulgação PRF)

As 28 toneladas de maconha estavam em uma carga de milho. (Foto Divulgação PRF)

O entorpecente ainda está sendo contabilizado, contudo, uma pesagem inicial aponta para cerca de 28 toneladas de entorpecente, sendo que o motorista detido, que é natural de Garibaldi, informou que já teria pego o caminhão carregado e levaria a carga para São Leopoldoe receberia aproximadamente R$ 40 mil para efetuar o transporte ilícito.

Em entrevita a rádio Garibaldi, o chefe de comunicação da PRF de MS, Tércio Bággio, disse que o motorista estava desempregado e recebeu a oferta. Ele não tem passagem pela polícia. O caminhão que conduzia a droga, segundo Baggio, é um Volvo SL com capacidade de 27 toneladas, sendo que o milho só foi um desfarce para esconder a droga. 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados