Atitude

Por uma cultura de paz

Emef Núcleo Habitacional Dunas realizou ação de prevenção à violência com a entrega de plantas à comunidade

18 de Julho de 2019 - 21h01 Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Todo mês a escola desenvolve um tema para prevenção (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Todo mês a escola desenvolve um tema para prevenção (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Cultura de paz foi o tema levado às ruas nesta quinta-feira (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Cultura de paz foi o tema levado às ruas nesta quinta-feira (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Por uma cultura de paz. Esse foi o tema da ação de prevenção à criminalidade realizada nesta quinta-feira (18) pela Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Núcleo Habitacional Dunas, com apoio da Guarda Municipal (GM). A intenção, segundo a orientadora educacional, Fátima Rauber, é a conscientização não somente dos estudantes como também dos moradores de que a paz nas escolas, no trânsito, nos bairros e no ambiente familiar é o melhor caminho. Pela manhã, estudantes com idades entre 11 e 14 anos distribuíram mudas de árvores frutíferas e de plantas ornamentais para quem passasse pela Rua Três, em frente ao colégio, como forma de "plantar a paz e regá-la todos os dias".

A orientadora explicou que, ao longo do ano, entre as atividades de prevenção, a escola realiza palestras aos pais e alunos para que crianças e adolescentes tenham conhecimento sobre drogas, já que o bairro, conhecido pela violência, sofre diariamente com a criminalidade. "É um trabalho que temos de alimentar todos os dias. Sabemos das condições do loteamento e, por isso, fazemos o melhor pelos nossos alunos", disse Fátima. Segundo ela, a escola oferece Ensino Fundamental até a sexta série e possui aproximadamente 500 alunos. Do total, cerca de 1% consegue chegar à universidade. "É uma realidade difícil que tentamos mudar e acredito que, ao longo do tempo, estamos conseguindo construir um cenário diferente. Como nossa escola só vai até a 6ª série, muitos acham que não precisam dar continuidade nos estudos. Todos os dias falo da importância de não abandonar a sala de aula", contou.

Enquanto as estudantes se preparavam para entregar as mudas aos motoristas que passavam pelo colégio, dois agentes da Guarda Municipal orientavam o trânsito. Entre um apito e outro, a servidora da GM, Sandra Gularte, disse que a ronda escolar faz um trabalho de prevenção antes da repressão. "Conversamos muito com os alunos de escolas municipais e estaduais. Diariamente estamos nos colégios orientado ao melhor caminho. Quando a gente vê que está no rumo certo, não tem sensação melhor", comentou a guarda.

A ação, realizada nesta quinta-feira na escola, faz parte do eixo de prevenção do Pacto Pelotas pela Paz. Para o próximo semestre, a Emef já está organizando outras atividades para evitar que crianças e adolescentes se envolvam no mundo do crime.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados