Crime

Polícia prende acusado de feminicídio

J.C.O.R. matou a esposa a facadas na segunda-feira em uma granja no Taim

18 de Setembro de 2019 - 23h01 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Maria Elisângela foi morta na segunda-feira em uma granja no Taim (Foto: Reprodução)

Maria Elisângela foi morta na segunda-feira em uma granja no Taim (Foto: Reprodução)

A polícia prendeu nesta quarta-feira (18), em Santana da Boa Vista, o acusado de matar Maria Elisângela das Neves de Moraes, de 35 anos, em uma granja do Taim, próximo a Rio Grande, no início da semana. O homem detido, J.C.O.R., de 36 anos, foi casado com a vítima por mais de uma década.

J.C.O.R. teve a prisão decretada pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) na segunda-feira, data do crime. Maria Elisângela estava em seu local de trabalho quando foi morta a facadas. De acordo com a investigação, os funcionários da granja perceberam uma movimentação diferente no refeitório e, ao chegarem lá, encontraram a vítima de bruços, coberta de sangue. Ela ainda foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda na segunda-feira, policiais apreenderam a arma utilizada no crime, além de outros objetos importantes para esclarecimento dos fatos. De acordo com o que foi apurado pela Deam, o motivo do crime foi ciúme.

Este foi o primeiro feminicídio registrado em Rio Grande em 2019. Assim como a vítima, o acusado é natural de Santana da Boa Vista, onde foi preso. Maria Elisângela deixou cinco filhos - três deles menores de idade, frutos do relacionamento com o assassino.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados