Flagrante

Patram em Pelotas apreende pássaros mantidos em cativeiro

A ação foi possível após uma denúncia anônima feita à Polícia Ambiental sobre a irregularidade

13 de Outubro de 2020 - 16h35 Corrigir A + A -
Os 126 pássaros voram avaliados pela a equipe do Nurfs/UFPel e soltos no habit. (Foto: Divulgação Patram)

Os 126 pássaros voram avaliados pela a equipe do Nurfs/UFPel e soltos no habit. (Foto: Divulgação Patram)

Policiais do 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar (Patram) realizam a apreensão de pássaros que eram mantidos em cativeiro, sem a devida licença. Foi na manhã desta terça-feira (13), após uma equipe de Pelotas verificar uma denúncia anônima sobre a irregularidades que ocorria em uma residência próximo ao Centro.

Na casa, a Patram encontrou mais de cem pássaros nativos em cativeiro, sendo que o infrator é reincidente e sabe-se que além de manter os animais presos sem nenhum tipo de licença, ele também faz a comercialização irregular dos pássaros.

Os 126 animais foram avaliados pelo biólogo e pela veterinária do Nurfs/UFPel, e posteriormente foram soltos em seu habitat: 84 Cardeais; nove Canários da Terra; seis Tico-Ticos Rei; seis frades; quatro Bico-Duros; dois Tizius; um Coleira da Chácara; seis Azulões; um Azulinho; sete Trinca Ferros e um Tipiu.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados