Infração

Operação de combate a rachas flagra condutores na BR-392 em Canguçu

Em Pelotas, a operação contra a realização de manobras perigosas teve como alvo o parque Germani, no bairro Três Vendas

29 de Junho de 2020 - 11h16 Corrigir A + A -
Em pelotas, 274 pessoas foram abordadas. (Foto: Ascom)

Em pelotas, 274 pessoas foram abordadas. (Foto: Ascom)

Na tarde de domingo (28), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Brigada Militar (BM) realizaram operação de fiscalização na BR-392, em um dos acessos ao município de Canguçu, e flagraram rachas e motoristas fazendo manobras perigosas. A operação buscou coibir as imprudências e o risco de acidentalidade que ocorrem na região por causa da conduta imprudente dos envolvidos.

De acordo com denúncias recebidas pelos órgãos, o local vem sendo utilizado como ponto de encontro e aglomeração de dezenas de motociclistas e demais condutores que se utilizam da rodovia para promoverem rachas e manobras arriscadas.

Na ocasião, foram lavradas autuações por condução sem possuir CNH, ausência de licenciamento, estacionamento irregular e trânsito pela contramão. Segundo a PRF, para que haja a efetiva conscientização pelos infratores dos riscos à segurança no trânsito, mais operações como essa devem ocorrer no local e em outras regiões que também são alvo da ação imprudente dos condutores.

Agentes de Trânsito
Em Pelotas, a operação contra rachas e manobras perigosas teve como alvo o parque Germani, bairro Três Vendas. Foram abordados 274 pessoas que participavam das manobras. Participaram da ação os agentes de Trânsito, a Brigada Militar, a Guarda Municipal e a Polícia Civil.

A realização de pega ou racha implica em infração gravíssima multiplicado 10 (R$ 2.934,70) com suspensão do direito de dirigir e recolhimento do veículo a depósito credenciado pelo Detran/RS.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados