Iniciativa

Observatório de criminalidade busca mais segurança para Bagé

Este observatório, criará estratégias mais qualificadas de prevenção aos crimes

01 de Fevereiro de 2013 - 21h58 Corrigir A + A -

Na última semana, o Governo Municipal, através do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) e a Faculdade de Direito de Santa Maria (Fadisma), realizaram uma assinatura da ordem de início para a implantação do Observatório da Criminalidade.

De acordo com o secretário-executivo do GGI, Milton César Leite da Silva, inicialmente o Observatório vai funcionar no Gabinete de Gestão Integrada, a iniciativa tem como objetivo principal, levantar dados sociais e de criminalidade para auxiliar os órgãos policiais no combate da criminalidade em Bagé e região.

Pesquisadores vão percorrer os bairros Habitar Brasil, Prado Velho, Passo das Pedras, Ivo Ferronato, Morgado Rosa e Damé, além da área central com a intenção de coletar informações através de uma pesquisa feita em locais de grande fluxo.

Encontro
Na ocasião, os entrevistados vão responder questões referentes a furtos e roubos, violência física, abigeato e drogas. Segundo Eduardo Pazinato, Coordenador do Núcleo de Segurança Cidadã da Fadisma, dando continuidade ao observatório, está sendo realizada uma persepção às pessoas em relação ao crime.

Na tarde desta sexta-feira (1º), foi apresentada ao Prefeito Dudu Colombo, uma pesquisa de campo e os resultados preliminares. “O objetivo será fortalecer a aproximação de órgãos de segurança pública e todos os setores de fiscalização administrativa, buscando assim, um alinhamento estratégico do cronograma de exercício do observatório e realizando pesquisas com policiais e demais órgãos de segurança pública de Bagé”, explicou.

Pazinato ainda adiantou, que o Prefeito Dudu Colombo já recebeu o relatório preliminar de todas as estapas iniciais da ação. “Esta iniciativa é fundamental para a estruturação do observatório”, complementou. Por fim, será criado um painel de indicadores de dados criminais e mapas de intensidade, com a apresentação das áreas mais vulneráveis de Bagé. Este observatório criará estratégias mais qualificadas de prevenção aos crimes.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados