Homicídio

Morre morador de rua espancado na madrugada de quarta em Pelotas

Pablo da Silva Alvares, de 31 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no Pronto-Socorro no final da manhã

12 de Dezembro de 2019 - 08h26 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Morreu no Pronto-Socorro de Pelotas (PSP), Pablo da Silva Alvares, de 31 anos, vítima de espancamento na madrugada de quarta-feira (11), na rua Marechal Deodoro, na rampa do Hospital Universitário São Francisco de Paula. O autor das agressões, C.R.S.D., 45 anos, conhecido como Gibi, confessou o crime e está preso. Este é o 55º homicídio do ano registrado em Pelotas.

O crime aconteceu por volta das 3h, na rampa do hospital. Uma testemunha contou à polícia que estava dormindo juntamente com Alvares, quando o agressor chegou com um pedaço de madeira e passou a agredir a vítima. Os golpes atingiram a cabeça do morador de rua.  

De acordo com a ocorrência policial, a Brigada Militar (BM) fez diligências e encontrou o agressor nas proximidades do Clube Brilhante. Ele apresentava um corte nas costa. O suspeito foi levado preso para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e posteriormente ao Presídio Regionald e Pelotas (PRP).    


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados