Repressão

Mais de 220 quilos de maconha são apreendidos na Zona Sul

> Em Pelotas, agentes da Draco encontra 126 quilos da drogas em uma residência no Porto

03 de Dezembro de 2020 - 19h00 Corrigir A + A -
Aapreensão em Pelotas foi resultado de dois meses de investigação. (Foto: Polícia Civil)

Aapreensão em Pelotas foi resultado de dois meses de investigação. (Foto: Polícia Civil)

Em Santa Vitória do Palmar, a droga estava em uma carroça. (Foto: Polícia Federal)

Em Santa Vitória do Palmar, a droga estava em uma carroça. (Foto: Polícia Federal)

O dia foi de movimentação para a Polícia Civil de Pelotas e Polícia Federal e Receita, de Santa Vitória do Palmar. Juntos, os órgão de Segurança apreenderam 224 quilos de maconha na Zona Sul do Estado. Em Pelotas, agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), depois de dois meses de investigações, e com o apoio da Equipe Volante, localizaram ontem à tarde, em uma residência no bairro Porto, 126 quilos de maconha.

Conforme o delegado Rafael Lopes, titular da especializada, os entorpecentes teriam o valor de venda em torno de R$ 550 mil. Foi a maior apreensão do ano na cidade", constatou o delegado. Os moradores da residência foram presos em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para registro. A Polícia segue com as investigações.

Santa Vitória do Palmar

Uma ação conjunta da Polícia Federal e Receita Federal apreendeu, no final da manhã de ontem, 98 quilos de maconha, em Santa Vitória do Palmar. A abordagem ocorreu em patrulhamento de estradas vicinais da região. A droga era transportada em uma carroça. Um homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas e um adolescente apreendido.

Diligências identificaram dois veículos relacionados com os fatos. Policiais federais realizaram a abordagem em Rio Grande. Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menor. Junto do grupo foram encontrados R$ 15 mil e US$ 2,6 mil. Eles foram conduzidos à Polícia Federal em Rio Grande e serão encaminhados ao sistema prisional.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados