Flagrantes

Investigação resulta em prisões pela Polícia Civil de Pelotas

Foram apreendidos além de armas e munições, galões de agroquímicos

29 de Outubro de 2020 - 12h16 Corrigir A + A -
Os flagrados já vinham sendo investigados e com eles foram apreendidos uma camionete Toro, marca Fiat, e um veículo Ford KA, com placas do Estado de Santa Catarina, que serão submetidos à perícia, pois possivelmente tratam-se de veículos clonados.(Foto: Divulgação PC)

Os flagrados já vinham sendo investigados e com eles foram apreendidos uma camionete Toro, marca Fiat, e um veículo Ford KA, com placas do Estado de Santa Catarina, que serão submetidos à perícia, pois possivelmente tratam-se de veículos clonados.(Foto: Divulgação PC)

Uma investigação feita pela equipe da 3ª Delegacia de Polícia de Pelotas resultou em dois mandados de busca e apreensão que foram cumpridos no bairro Fragata. Duas pessoas foram presas em flagrante. Uma delas pagou fiança e a outra foi para o Presídio Regional de Pelotas (PRP).

De acordo com a delegada Maria Angélica Gentilini da Silva, que teve apoio da equipe Volante da Polícia Civil, os agentes monitoraram os locais e cumprirem simultaneamente suas ordens judiciais. Os flagrados já vinham sendo investigados e com eles foram apreendidos uma camionete Toro, marca Fiat, e um veículo Ford KA, com placas do Estado de Santa Catarina, que serão submetidos à perícia, pois possivelmente tratam-se de veículos clonados.

Nos locais, os policiais encontraram ainda balança de precisão, uma pistola calibre 9mm, 129 munições intactas de calibre 9mm, quatro aparelhos de telefone celular, a quantia de R$ 9.920,00 em dinheiro, quatro certificados de veículos. Na residência de um dos investigados havia ainda vários galões de agroquímicos, tendo sido feito contato com a Patram, que notificou a pessoa pelos devidos termos com relação ao material.

Com base nas apreensões, foi dada voz de prisão aos investigados, que foram levados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). A autoridade Policial plantonista determinou a autuação em flagrante, sendo que a um deles, em razão do delito ambiental, foi arbitrada fiança no valor de R$ 4 mil, que foi paga, sendo que o investigado responderá em liberdade. Em relação ao outro preso, ele foi autuado pelos delitos de posse de arma e uso de documento falso recolhido ao PRP. Os veículos e documentos serão submetidos à perícia, sendo apurados em sede de inquérito policial.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados