Melhorias

Fase inaugura sala própria para audiências em Pelotas

O novo sistema de videomonitoramento chega como uma das medidas de proteção ao novo coronavírus

03 de Julho de 2020 - 18h05 Corrigir A + A -
AS melhorias foram apresentadas em vídeo. (Foto: Divulgação Fase)

AS melhorias foram apresentadas em vídeo. (Foto: Divulgação Fase)

Ainda foram implantadas 32 novas câmeras de segurança, adquiridas com apoio da VEC de Rio Grande. (Foto: Divulgação Fase)

Ainda foram implantadas 32 novas câmeras de segurança, adquiridas com apoio da VEC de Rio Grande. (Foto: Divulgação Fase)

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase) inaugurou a sala de audiências e o novo sistema de videomonitoramento do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Pelotas. A sala foi viabilizada por meio de parceria com a Vara de Execuções Criminais (VEC) de Rio Grande, que disponibilizou R$ 5.162,79 para aquisição de um computador Core I5, uma webcam em HD, uma TV de 32 polegadas, um fone de ouvido com microfone e uma mesa para instalação dos equipamentos.

As salas de audiências tornaram-se prioridade para a Fase como medida de contenção à propagação do coronavírus. Por meio dos espaços, as audiências dos jovens que cumprem medida passam a ser, exclusivamente, realizadas dentro das unidades, sem a necessidade de deslocamento até as respectivas comarcas.

 A sala foi reformada com recursos do Case e a pintura realizada, pelos próprios internos, por meio de uma oficina profissionalizante. O diretor da casa, Israel Costa, estima uma economia de R$ 40 mil mensais com as audiências online.

Ainda foram implantadas 32 novas câmeras de segurança, também adquiridas com apoio da VEC de Rio Grande. Para isso, a unidade recebeu R$ 35.450,00 e instalou 16 novas câmeras no anexo escolar e outras 16 em pontos estratégicos. Ao todo, o Centro de Atendimento conta com 92 câmeras.

Para o presidente da Fase, este é o resultado de mais uma importante parceria entre órgãos públicos. "Esse projeto demonstra a união e integração contínua entre órgãos públicos de Pelotas e região. Trata-se de economia, transparência, humanização. Nosso agradecimento a todos, em especial ao juiz Regis Conrado", disse.

As melhorias foram apresentadas por vídeo, evitando a circulação na unidade, ao presidente da Fundação, Farelo Almeida, ao deputado federal Daniel Trzeciak, ao comandante do 4º BPM, Coronel Andre Marcio Facin, para a capitã Madalena, da Brigada Militar, e funcionários. Por vídeo, o governador Eduardo Leite, o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Mauro Hauschild e a prefeita de Pelotas Paula Mascarenhas, enviaram suas mensagens parabenizando a equipe. A Fundação recebeu 16 computadores do Tribunal de Justiça do RS, que foram distribuídos entre os Cases para a realização das audiências.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados