Patrulhamento

Duas pessoas são presas por tráfico de drogas em Pelotas

Os flagrantes ocorreram nos bairros Centro e Três Vendas

25 de Março de 2020 - 10h16 Corrigir A + A -

Duas pessoas foram presas após serem flagradas traficando drogas entre a noite de terça-feira (24) e a madrugadas desta quarta (24), nos bairros Centro e Três Vendas, em Pelotas. Nos registros feitos pela Brigada Militar na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) constam ainda que em um dos casos, o suspeito reagiu a prisão e teve de ser contido.

A primeira prisão foi às 20h10min, na rua João Pessoa, próximo às doquinhas. A polícia recebeu a informação de que havia o tráfico de drogas no local e, ao verificar, localizou um homem em via pública praticando o crime. O local era de difícil acesso, sendo que o suspeito, ao ver a guarnição fugiu para um matagal, largando uma arma e um pacote. Os policiais conseguiram alcançar o homem, que reagiu a prisão e foi algemado. Na bolsa do suspeito foi encontrado uma porção de maconha e R$ 334,00. No matagal, a BM encontrou ainda um revólver Taurus calibre 32 e a sacola com quatro celulares e mais drogas. M.W.G.S., de 29 anos, teve a prisão em flagrante decretada e foi levado para p Presídio Regional de Pelotas (PRP).

Pouco depois da meia-noite, outra guarnição patrulhava a pé pela rua Ernani Osmar Blass, Cohab Lindóia, e próximo a um ponto de tráfico conhecido pela polícia, um suspeito foi visto entregando drogas a um consumidor. Foi feita a abordagem e, com E.S.S., 43 anos, foi encontrado 21 petecas de crack e R$ 5,00. Foi dada voz de prisão em flagrante e, após passar pela DPPA, o suspeito foi levado para o PRP.
Homens são presos por descumprimento de ordem Judicial em Pelotas

Desobediência
Na tarde de terça, após diligências do setor de inteligência na avenida Brasil, bairro Simões Lopes, dois homens em estavam em atitude suspeita foram abordados. Com o apoio do policiamento ostensivo, foi constatado que a dupla, dois homens, um com 29 e outro com 22 anos, deveriam estar cumprindo prisão domiciliar. Eles foram levados para a DPPA.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados