Ajude

Draco procura por suspeitos de latrocínio no Centro

Quem tiver informações sobre a identidade e a localização dos suspeitos, entre em contato com a Especializada através do (53) 3310-8620 ou 197

07 de Janeiro de 2020 - 15h43 Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Quem tiver informações procure a Draco.

Quem tiver informações procure a Draco.

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Pelotas divulgou as imagens dos suspeitos do latrocínio (roubo seguido de morte) praticado contra Felipe Oliveira da Silva, no final de novembro do ano passado, na rua Tiradentes esquina General Osório, no Centro de Pelotas. Felipe foi morto com uma facada ao tentar intervir em um assalto. O rapaz foi atingido no peito durante luta corporal com o assaltante. A investigação também apontou a participação de uma mulher no crime.

Imagens de câmeras de segurança da região em que ocorreu o latrocínio flagraram o crime e mostram a ação do homem e da mulher ainda não identificados pela Especializada. Conforme a polícia, o homem é quem teria desferido a facada em Felipe. Nas imagens capturadas é possível ver que após o latrocínio, a dupla segue pela rua Tiradentes mas cada um por um lado da rua. A mulher que usava saia jeans, blusa rosa e tênis branco aparece correndo pela rua, já o homem que vestia camiseta, calça e chinelos caminha normalmente. Quem tiver informações sobre a identidade e a localização dos suspeitos, entre em contato com a Draco através dos telefones (53)3310-8620 ou 197. A denúncia é anônima.

Felipe Oliveira da Silva chegou a ser socorrido e encaminhado ao Pronto-Socorro de Pelotas (PSP), mas morreu logo após dar entrada na Unidade.

Relembre
Um jovem foi morto a facadas no início da manhã de sábado, 30 de novembro, em Pelotas, após intervir em um assalto. De acordo com a Polícia Civil, Felipe Oliveira da Silva estava com amigos quando tentou intervir em um assalto na rua Tiradentes, nas proximidades de uma casa noturna. A vítima estava em luta corporal com o assaltante quando foi esfaqueada no peito. Felipe chegou a ser socorrido, mas morreu no Pronto-Socorro de Pelotas (PSP). Na manhã de sábado, testemunhas foram ouvidas pelos agentes da Polícia Civil na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados