Crime

Dois homens são presos por caça ilegal de capivaras no Taim

Junto a eles foram encontrados onze animais já abatidos, além de facas e arpões

31 de Maio de 2020 - 13h04 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Caça de capivaras é prática ilegal e crime ambiental (Foto: Infocenter DP)

Caça de capivaras é prática ilegal e crime ambiental (Foto: Infocenter DP)

Na tarde do sábado (30), após solicitação de apoio dos fiscais do ICMBio da Reserva Ecológica do Taim, o Comando Ambiental de Rio Grande prendeu dois homens pela prática ilegal de caça a capivaras.

Após a denúncia de que três homens estariam dentro da Unidade de Conservação realizando o crime, uma guarnição do Comando Ambiental de Rio Grande foi até o local, logrando êxito na abordagem dos individuos. Um deles conseguiu empreendeu fuga e dois foram abordados.

Junto deles estavam 11 capivaras abatidas, evisceradas e sem as cabeças, 2 facas, 2 arpões, 5 cães e um veiculo Ambos abordados estavam com as roupas sujas de sangue provenientes dos animais silvestres abatidos.

Foram realizadas buscas a fim de localizar o terceiro integrante, sem sucesso, mas o foragido foi identificado pois foi encontrado durante revista veicular uma carteira de motorista. Ele ainda foi delatado pelos outros autores do crime ambiental.

Diante dos fatos, os dois autores foram presos em flagrante e enquadrados na Lei dos Crimes Ambinetais, art.29. Foram tomadas ainda as medidas administrativas do  ICMBio

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados