Pandemia

Chegou a vez de proteger quem protege

Primeiras doses destinadas às forças de segurança foram aplicadas neste final de semana

04 de Abril de 2021 - 21h15 Corrigir A + A -

Por: Cíntia Piegas
cintiap@diariopopular.com.br 

Imagem. Daniel Pedra, registrou o momento em que o irmão Eduardo tomou a vacina em Piratini. (Foto: Divulgação - DP)

Imagem. Daniel Pedra, registrou o momento em que o irmão Eduardo tomou a vacina em Piratini. (Foto: Divulgação - DP)

“Eu vi no olhar de cada colega a sensação de proteção. Sensação de esperança, de acalento, de zelo e de cuidado que o Estado está tendo conosco.” As palavras do soldado Daniel Pedra, 40, da Brigada Militar de Piratini, podem representar o sentimento de cada policial que recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19, na manhã de sábado. Além de Piratini, Canguçu e Arroio Grande também deram início à imunização dos servidores da segurança. Pelotas começa nesta segunda-feira (5) a aplicar mais de 600 doses da vacina nos profissionais, iniciando por guardas municipais e policiais rodoviários federais. A imunização segue aos demais durante a semana (veja quadro). Rio Grande também inicia esta semana a vacinação do grupo.

Para o soldado Daniel Pedra, foi um grande passo, com a sociedade e os gestores gaúchos reconhecendo o trabalho e o esforço dos policiais frente à pandemia. “Assim, nós ficamos mais tranquilos e motivados a seguir nossa missão de proteger a sociedade, uma vez protegido.” Ele lembrou ainda a perda dos colegas de farda - na BM gaúcha foram dez policiais militares - e dedicou a eles a imunização. “Esperamos que futuramente a vacina se espalhe a todos os municípios para que possamos ter nossos filhos nas escola e abraçar nossos familiares”.

O prefeito de Piratini, Márcio Menetti Porto (MDB), disse que a partir do momento em que saiu a resolução 60/21 CIB/ RS, no dia 1º de abril, a prefeitura teve acesso à nova remessa de vacinas contra a Covid-19. Uma parte foi especificamente destinada às forças da segurança pública do município. “Foi uma grande satisfação contemplar uma classe de trabalhadores tão importante para a sociedade e que vem atuando no combate à Covid de forma brava junto às equipes de saúde e fiscalização. Estamos torcendo pelo acesso mais rápido e amplo a toda sociedade.”

Canguçu

Depois de uma grande mobilização de sindicatos e gestores, a exemplo da Associação do Municípios da Zona Sul (Azonasul), na representação do prefeito de Canguçu, Vinicius Pegoraro (MDB), e como em todo o país, o Ministério da Saúde alterou o Programa Nacional de Imunização (PNI) e antecipou a vacina para alguns grupos da segurança pública. Com a chegada ao RS de 645.150 doses, sendo logo distribuídas para os municípios, a cidade também deu início ainda no sábado à vacinação de PMs. “Nos meus 18 anos de Brigada Militar, nunca tinha passado por uma experiência como esta”, disse Francisco Andrade de Moura, soldado Andrade, como é conhecido. Devido à pandemia, o militar relata que trabalha com medo, pois o coronavírus é novo e o contágio é perigoso. “A todo momento, em virtude das várias ocorrências que atendemos, ficamos expostos a vários riscos. Só de saber que podemos pegar e transmitir para outras pessoas é terrível. Por isso hoje (sábado) é um dia muito importante.” São Lourenço do Sul é outro município que começa a vacinar o grupo ainda nesta segunda.

Pelotas

Em Pelotas, a imunização dos profissionais da segurança começa hoje. Os primeiros a serem vacinados serão os guardas municipais e os policiais rodoviários federais, todos na ativa. Para receberem a primeira dose, eles terão que apresentar uma declaração de que exercem as atividades previstas pelo Ministério da Saúde. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá aplicar a prevenção nos agentes de segurança no laboratório, na rua Lobo da Costa, 1764. Os agentes da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) serão vacinados na unidade de saúde do presídio. A SMS alerta que todos os profissionais da segurança pública só receberão a vacina se apresentarem a declaração que confirma que fazem parte do grupo determinado pelo Ministério da Saúde. Também é preciso apresentar a carteira funcional.

Calendário em Pelotas
Segunda-feira (5)
14h - GM
19h - PRF

Terça-feira (6)
10h - Polícia Civil
19h - Bombeiros

Quinta-feira (7)
10h - BM
15h - BM


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados